R-Vox: Nocauteando com muito Rock and Roll

Resenha - Outro Round - R-Vox

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 7


R-Vox é um cantor que já passou por todos os sub-estilos de Rock como Hardcore, pop, Metal e afins. O sujeito se juntou a Felipe Pavani (Guitarra, Baixo) e Dave D'Oliveira (Bateria) e resolveu registrar este primeiro álbum.

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaBullet For My Valentine: Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron Maiden

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A sonoridade é um Rock puro e simples, com leves flertes com o Hard Rock, mesclando influências do Rock nacional cantado em português dos anos 80 com bandas mais atuais que possuem uma sonoridade mais radiofônica. Falando nisso, a faixa Hora H, Dia D é um ótimo hit e pode tranquilamente tocar em rádios.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com boas melodias e um peso na medida certa, as faixas priorizam refrãos pegajosos e levadas 'felizes'. Falta um pouco de agressividade, mas fica evidente que essa não foi a intenção da banda. Se isto for um fato acertaram em cheio.

A produção do trabalho é ótima, com todos os instrumentos bem timbrados e mantém um bom equilíbrio. R-Vox possui uma voz 'adolescente' com um bom timbre e canta com gana. Além da faixa já citada, a música que dá título ao disco também é uma boa pedida.

https://www.facebook.com/oficialrvox?fref=ts
http://www.r-vox.com/


Outras resenhas de Outro Round - R-Vox

R-VOX: Estreia solo é repleta de energia e temas marcantesR-Vox: Registro da nova etapa do artista cariocaR-Vox: 5 músicas pesadas e cheias da energia do bom Rock'n'RollR-Vox: Ótimo classic/hard rock com letras em português



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "R-Vox"


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Bullet For My Valentine: Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron MaidenBullet For My Valentine
Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron Maiden


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336