Bruto: Som da banda faz jus a seu nome

Resenha - Mundo Destruído - Bruto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

6


Creio que todos que apertam o play pela primeira vez ao ouvir o som do BRUTO devem ter a mesma impressão que tive: como o nome escolhido para a banda combina com sua sonoridade!!! Ou seja, esqueça modernidades, experimentalismos, ou coisas do tipo: o negócio aqui é um som sujo, diretão, e BRUTO, trazendo influências que vão do thrash ao death metal, passando pelo hardcore.

Metallica: os segredos de "Enter Sandman"Motorhead: a dieta que mantinha Lemmy jovem e viçoso

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como um verdadeiro "trator" passando sobre o ouvinte (como a própria capa sugere), com ótimo instrumental, e letras ácidas e críticas (embora bem clichês), a banda apresenta 11 faixas (incluindo a bônus a faixa "Brutality") sem deixar o peso de lado em nenhum momento, e sem nenhuma concessão.

Os pontos que mais chamam a atenção no trabalho são as linhas técnicas e brutais de bateria, e aos ótimos riffs de guitarra, com destaque absoluto para as destruidoras (e "sutis") "Vai se Fuder" (a melhor do trabalho, com uma levada empolgante) e "PQP Que Porra é Essa".

Mas o grande problema do material fica mesmo para a gravação, bem abaixo do que se espera hoje em dia, mesmo das bandas que fazem propositalmente um som mais old school, sendo que as guitarras e os vocais soam abafado, e para se escutar o mínimo do baixo é preciso fazer um grande esforço, o que acaba tornando a audição cansativa após um certo tempo. Mas sem dúvida trata-se de uma boa banda, que com apenas alguns ajustes, e uma produção melhor, tem tudo para conseguir seu lugar ao sol.

E vale lembrar que o CD ainda traz o vídeo clipe de "Mundo Destruído".

Mundo Destruído - Bruto (2013 - Independente - Nacional)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: os segredos de Enter SandmanMetallica
Os segredos de "Enter Sandman"

Motorhead: a dieta que mantinha Lemmy jovem e viçosoMotorhead
A dieta que mantinha Lemmy jovem e viçoso


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor