RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Bruto: Som da banda faz jus a seu nome

Resenha - Mundo Destruído - Bruto

Por Junior Frascá
Postado em 18 de agosto de 2014

Nota: 6

Creio que todos que apertam o play pela primeira vez ao ouvir o som do BRUTO devem ter a mesma impressão que tive: como o nome escolhido para a banda combina com sua sonoridade!!! Ou seja, esqueça modernidades, experimentalismos, ou coisas do tipo: o negócio aqui é um som sujo, diretão, e BRUTO, trazendo influências que vão do thrash ao death metal, passando pelo hardcore.

Como um verdadeiro "trator" passando sobre o ouvinte (como a própria capa sugere), com ótimo instrumental, e letras ácidas e críticas (embora bem clichês), a banda apresenta 11 faixas (incluindo a bônus a faixa "Brutality") sem deixar o peso de lado em nenhum momento, e sem nenhuma concessão.

Os pontos que mais chamam a atenção no trabalho são as linhas técnicas e brutais de bateria, e aos ótimos riffs de guitarra, com destaque absoluto para as destruidoras (e "sutis") "Vai se Fuder" (a melhor do trabalho, com uma levada empolgante) e "PQP Que Porra é Essa".

Mas o grande problema do material fica mesmo para a gravação, bem abaixo do que se espera hoje em dia, mesmo das bandas que fazem propositalmente um som mais old school, sendo que as guitarras e os vocais soam abafado, e para se escutar o mínimo do baixo é preciso fazer um grande esforço, o que acaba tornando a audição cansativa após um certo tempo. Mas sem dúvida trata-se de uma boa banda, que com apenas alguns ajustes, e uma produção melhor, tem tudo para conseguir seu lugar ao sol.

E vale lembrar que o CD ainda traz o vídeo clipe de "Mundo Destruído".

Mundo Destruído - Bruto (2013 - Independente - Nacional)


Outras resenhas de Mundo Destruído - Bruto

Resenha - Mundo Destruído - Bruto

Resenha - Mundo Destruído - Bruto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.