Alestorm: Muito além de uma banda de folk metal pirata escocês

Resenha - Sunset On The Golden Age - Alestorm

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Artur Nunes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os escoceses do ALESTORM são os auto-proclamados reis do “Metal Pirata” e, mesmo quem não tem um forte sentido de humor, tem de admitir que a banda sabe invocar um belo power metal bem regado a folk. A temática pirata (pernas de pau, vocabulário marítimo e, sobretudo, muito álcool) é algo que escorrega tão bem – ou tão mal – quanto os trolls dos FINNTROLL ou aquelas músicas todas sobre tequilha, vodka e afins dos KORPIKLAANI. No fim do dia é a qualidade da música que conta e, por aí, os ALESTORM dão poucas hipóteses à concorrência: melodias contagiantes, teclados usados para fazer uma sonoridade tão épica e grandiosa que dói só de pensar nela e um crossover para algo mais extremo feito sempre que o sentido de dinâmica assim o exige.
142 acessosAlestorm: "No Grave But The Sea" chega às paradas5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos

Como já vem sendo hábito em cada um dos três álbuns que o quinteto de Perth editou até aqui, Sunset Of The Golden Age é um trabalho que vai adensando peso, melodias e coisas parvas. Se há dúvidas, é ouvir as influências meio eletrónicas no inicio de uma faixa-epopeia como 1747 (The Battle Of Cartagena). A coisa explode num orgasmo de puro divertimento, neste caso no binómio de faixas Wooden Leg!, que tem mais blastbeats por minuto que muitas músicas dos MARDUK, e Hangover, versão de um “clássico” de TAIO CRUZ (exato, mas o melhor é verem vocês mesmos na Wikipedia ou assim).

Quando o disco chega ao fim fica a certeza que os ALESTORM são muito mais do que a banda-desastre que não se consegue deixar de ouvir por curiosidade mórbida, que querem fazer deles. São uma força de power/folk metal a levar em linha de conta, com um sentido de humor muito próprio e uma capacidade para a ironia acima da média.

01. Walk The Plank
02. Drink
03. Magnetic North
04. 1741 (The Battle Of Cartagena)
05. Mead From Hell
06. Surf Squid Warfare
07. Quest For Ships
08. Wooden Leg!
09. Hangover
10. Sunset On The Golden Age

Resenha originalmente publicada no blog português A Ópera Só Acaba Quando A Senhora Gorda Canta.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

142 acessosAlestorm: "No Grave But The Sea" chega às paradas675 acessosAlestorm: shows no Brasil ainda este ano135 acessosAlestorm: vídeo para faixa "Fucked With An Anchor"558 acessosAlestorm: os piratas do folk metal estão de volta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alestorm"

Alestorm e RhapsodyAlestorm e Rhapsody
Introdução de Dawn Of Victory foi plagiada?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Alestorm"

RhythmRhythm
Os bateristas mais influentes de todos os tempos

CriançasCrianças
Como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

VinilVinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

5000 acessosDuff McKagan: "Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosWest Ham: o time do coração de Steve Harris5000 acessosMúsica ao vivo: as 10 bandas com os melhores shows de todos os tempos5000 acessosMike Portnoy: com barba bizarra em foto publicada no Twitter5000 acessosMercado: 4 dicas valiosas que podemos aprender com o funk

Sobre Artur Nunes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online