Outlanders: Bebendo na fonte do Metal oitentista

Resenha - Kretaceous - Outlanders

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade


As demos estão se tornando cada vez mais raras, e percebe-se que as bandas que ainda investem no formato são aquelas que apostam em sonoridades mais focadas nas raízes do Metal, seja ele qual sub-estilo for. O caso do Outlanders não é diferente, já que a banda paulistana investe tudo nos tempos áureos do Metal.

Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Metallica: vizinho zoófilo, cocaína e groupies

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde a produção rústica, passando pela sonoridade que mescla Thrash e Heavy Metal e a arte gráfica, a banda bebe na fonte do Metal dos anos 80. Interessante notar que o instrumental é 90% inspirado na NWOBHM, principalmente os riffs e até mesmo os timbres das guitarras. Riffs abafados e cavalgados dão à tônica do trabalho.

A cozinha segue uma linha coesa e variada, sendo que o baixo poderia estar mais exposto (isso parece falha da produção). Solos bem encaixados também se destacam e os vocais são agressivos e rasgados e fazem a parte Thrash Metal de toda coisa.

O problema é a produção que merece dar uma 'garibada', mesmo se a banda fez isso de propósito. Porém, não é nada que impeça de perceber que a banda possui capacidade. Sem dúvidas, a primeira faixa Black Flags and Beer é o hino dos caras.

https://www.facebook.com/OUTLANDERS.Oficial?ref=stream&hc_lo...
https://soundcloud.com/outlanders




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Outlanders"


Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Heavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?

Metallica: vizinho zoófilo, cocaína e groupiesMetallica
Vizinho zoófilo, cocaína e groupies


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336