Matérias Mais Lidas

Motörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com eleMotörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com ele

O motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimenteO motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimente

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

Lista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em pazLista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em paz

Metallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hojeMetallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hoje

Gene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os temposGene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os tempos

Iron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnêsIron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnês

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Acredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça A Narrative SoundscapeAcredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça "A Narrative Soundscape"

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

O principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo DefanteO principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo Defante

Anitta lança clipe de Boys Don't Cry, com estética rock e punk; assistaAnitta lança clipe de "Boys Don't Cry", com estética rock e punk; assista

U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal


Stamp

Black Label Society: Álbum traz uma nova sonoridade

Resenha - Catacombs of Black Vatican - Black Label Society

Por Luiz Felipe Lima
Em 25/05/14

Eu estava bastante ansioso para o novo álbum do Black Label Society quando este foi anunciado. Com o forte nome de Catacombs of the Black Vatican, eu esperava um disco tão ou mais pesado que seus antecessores, seguindo a linha do "heavy metal com sotaque sulista" de seus álbuns mais recentes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É verdade que os primeiros álbuns da banda eram muito mais próximos de um Southern Rock com fortes influências do Black Sabbath, porém desde o lançamento do disco 1919 Eternal, a banda entrou em franca transformação. O Southern Rock de antes deu lugar a um Heavy Metal rápido e direto, gerando trabalhos bastante promissores - como o próprio 1919 Eternal e também o disco The Blessed Hellride - e cujo ápice se deu no disco anterior, Order of the Black - o trabalho mais pesado e consistente da banda.

Logo, era de se esperar que esse disco seguisse essa mesma linha, o que, aliado ao ótimo trabalho que foi o Order of the Black, apenas aumentou mais as minhas expectativas. E foi aí que eles lançaram o primeiro single.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sabe quando você tem a sensação de que tem algo faltando? A música não é ruim - é até bem equilibrada e não tem tanta guitarra quanto as músicas da banda costumam ter - mas parecia extremamente deslocada. Ainda assim, preferi manter as esperanças de que era apenas uma balada qualquer e que o disco seria tão pesado quanto o seu antecessor. Porém, devo dizer que não é.

Este é um disco bastante diferente dos trabalhos mais recentes do Black Label Society. Sai a velocidade característica da banda e entram músicas mais cadenciadas, onde há um groove muito mais latente do que o normal, mais próximo dos primeiros discos da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outra característica marcante deste álbum é a falta de peso: as guitarras de Zakk Wylde nunca soaram tão leves. Até nas músicas mais rápidas que normalmente viriam com guitarras carregadas de distorção - como em Heart of Darkness - a performance de Zakk se dá de maneira mais contida do que em seus álbuns anteriores, o que é interessante justamente por um dos grandes problemas da banda ser o excesso de guitarras. Mesmo assim, não é este o motivo do álbum ser apenas mediano.

Apesar da quebra de expectativa por não ser um álbum pesado, o grande problema desse álbum é mesmo o quanto ele é esquecível. As músicas não são chatas, mas soam como se a banda inteira estivesse no piloto automático. É como se o disco não fosse ruim o bastante para você odiá-lo, mas também não fosse bom o bastante para você querer ouvi-lo mais vezes. Pensou em álbum nada? Eu também. Mas deixemos isso para lá e vamos ao faixa-a-faixa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco começa com Fields of Unforgiveness, cujo riff inicial lembra bastante o de Fire it Up, do disco Mafia. Com um bom solo e um bom refrão, a música é interessante, porém não tem o apelo que poderia ter. A seguir vem My Dying Time e Believe, que com o seu ritmo cadenciado dão um ótimo parâmetro de como será o disco.

Logo depois vem a primeira balada, Angel of Mercy. Zakk Wylde sempre fez ótimas baladas (vide o seu álbum de acústicas Book of Shadows, uma ótima pedida para uma tarde de domingo ociosa), mas essa infelizmente soa bastante genérica - principalmente quando comparada com as melhores baladas que Zakk já produziu (cof, {{Road Back Home}} cof!). Zakk Wylde também se auto-plagia e rouba um pedaço do solo da música Sold My Soul para colocar aqui - mas isso não é um problema, uma vez que até Randy Rhoads já fez isso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A seguir vem a já comentada Heart of Darkness, que é bem próxima dos lançamentos anteriores da banda, mas por ter um refrão insosso e repetir o riff muitas vezes, acaba se tornando maçante. Beyond the Down é provavelmente a música mais legal de todo o disco. Ela tem o clima mais calmo e cadenciado desse novo lançamento mas também tem um ótimo riff, que remete diretamente aos discos mais pesados da banda, sendo um meio termo bastante agradável e por isso mesmo surpreendente.

E sob o nome de Scars vem a segunda balada do álbum. Ela não possui o apelo que baladas normalmente possuem, mas é bastante relaxante e intimista, e com um solo daqueles que há muito tempo Zakk Wylde não fazia. Damn the Flood é a música mais rápida do disco, com Zakk fazendo os vocais rasgados que só ele sabe fazer. Logo depois vem I've Gone Away e seu riff incrivelmente pesado para os padrões desse álbum - mas que ainda assim não corresponde à sonoridade cadenciada que a música possui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logo em seguida temos Empty Promises, que possui um ótimo refrão e traz aquele apelo tão presente nas músicas do Black Label Society e tão em falta nesse disco. E fechando vem Shades of Grey, uma balada que me lembrou bastante alguns cantos de igreja (!), o que provavelmente se deve ao seu refrão em coro. É uma balada interessante e que foge do lugar comum, mas que talvez ficasse melhor se não fosse tão longa.

Catacombs of the Black Vatican traz uma nova sonoridade e surpreende por seguir um caminho diferente. Talvez essa mudança de ares dê um novo gás à banda e seja o pontapé inicial para outros petardos virem. Se você não é fã do que o Black Label Society já fez até aqui, talvez o estilo deste novo disco lhe apeteça - mas é melhor ouvi-lo aguardando pelo próximo lançamento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Matéria originalmente publicada no site Delfos
http://www.delfos.jor.br


Outras resenhas de Catacombs of Black Vatican - Black Label Society

Black Label Society: Mais um belo trabalho concebido por Mr.Wylde

Black Label Society: Disco mantém o nível de qualidade da banda

Black Label Society: Carregando a chama do rock pesadoBlack Label Society
Carregando a chama do rock pesado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Zakk Wylde: música de Hendrix inspirou primeiro riff que ele escreveu para Ozzy OsbourneZakk Wylde: música de Hendrix inspirou primeiro riff que ele escreveu para Ozzy Osbourne

Zakk Wylde e Johan Hegg (Amon Amarth) conversam sobre suas barbas em vídeo hilárioZakk Wylde e Johan Hegg (Amon Amarth) conversam sobre suas barbas em vídeo hilário

Black Label Society: Zakk Wylde fala sobre In This River, homenagem a Dimebag DarrellBlack Label Society: Zakk Wylde fala sobre "In This River", homenagem a Dimebag Darrell

Como Zakk Wylde aproveitou a quarentena; família, cachorros e sexo insanoComo Zakk Wylde aproveitou a quarentena; "família, cachorros e sexo insano"

Zakk Wylde compara Eddie Van Halen com Jesus Cristo e relembra bebedeira com o ídoloZakk Wylde compara Eddie Van Halen com Jesus Cristo e relembra bebedeira com o ídolo

Entre tapas e beijos: Zakk Wylde relembra briga com Dave Grohl; é um querido, amo eleEntre tapas e beijos: Zakk Wylde relembra briga com Dave Grohl; "é um querido, amo ele"

Zakk Wylde elogia Randy Rhoads e comenta grande diferença entre elesZakk Wylde elogia Randy Rhoads e comenta grande diferença entre eles

Zakk Wylde não vive sem uma balada e a culpa é do Elton John; o guitarrista explicaZakk Wylde não vive sem uma balada e a culpa é do Elton John; o guitarrista explica

Zakk Wylde relembra início com Ozzy; sem gravadora antes dos 30 seria o fim do sonhoZakk Wylde relembra início com Ozzy; "sem gravadora antes dos 30 seria o fim do sonho"

Zakk Wylde sobre o futuro: continuar tocando e abrir boutique de vibradoresZakk Wylde sobre o futuro: continuar tocando e abrir boutique de vibradores

Zakk Wylde defende shows com holograma do Dio e compara com bandas coverZakk Wylde defende shows com holograma do Dio e compara com bandas cover

Zakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperadaZakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperada

Zakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundoZakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundo

Pantera: Zakk Wylde relembra o falecido Dimebag; uma alma linda de positividadePantera: Zakk Wylde relembra o falecido Dimebag; "uma alma linda de positividade"

Zakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black SabbathZakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black Sabbath


Ozzy Osbourne: Zakk foi última opção para tour; até Jake E. Lee foi cogitadoOzzy Osbourne: Zakk foi última opção para tour; até Jake E. Lee foi cogitado

Zakk Wylde: Lady Gaga e Justin Bieber de trás pra diante para se inspirarZakk Wylde: Lady Gaga e Justin Bieber de trás pra diante para se inspirar

Zakk Wylde: Aerosmith é tão falso quanto Britney Spears?Zakk Wylde: Aerosmith é tão falso quanto Britney Spears?


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Luiz Felipe Lima

Depois de ficar louco com o Ritualive do Shaman nos primórdios dos anos 2000, a sua trajetória no Metal apenas se intensificou. Fã inveterado de Pantera, aprendeu rápido que é possível achar música boa desde Death até Europe, e escreve para que cada vez mais pessoas consigam perceber que não se pode ter uma mente pequena se você quiser conhecer grandes músicas.

Mais matérias de Luiz Felipe Lima.