Jugger: Ótimo representante do Heavy Metal progressivo nacional

Resenha - Born From The Ashes - Jugger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Cipriani Ávila
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Formada em 2011, ainda sob o nome Jugger Note, a banda paulista Jugger já apostava em músicas autorais, porém, diferentemente do direcionamento musical atual, mais voltadas ao rock clássico. Ela não tardou muito a migrar para o Heavy Metal progressivo, gravando o EP de estreia, "Born From The Ashes", no ano de 2013.

Johnny Depp: a banda que poderia ter desbancado o GunsMotley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee

Logo na primeira audição se nota todo o esmero por trás das composições e produção, de modo que tudo se encaixa muito bem. Qualquer trabalho de estreia é um grande desafio para uma banda, já que é o momento de se apresentar ao mundo e mostrar para o que veio, com todas as suas influências, procurando, contudo, moldar a própria identidade. Pode-se dizer, felizmente, que a tarefa foi cumprida com êxito pelo conjunto, já que temos no EP uma junção de ideias que se encaixaram muito bem, resultando em um trabalho coeso, cativante e de ótima qualidade.

Após uma emotiva e bonita faixa introdutória, somos logo brindados com, provavelmente, o grande destaque do EP. "Dark Angel" possui todos os elementos que mexem com os aficionados pelo metal progressivo, com um instrumental intrincado aliado a ótimas linhas vocais, com camadas de teclado que engrandecem e complementam todo o conjunto. O refrão é belíssimo, daqueles para o público cantar em uníssono nas apresentações ao vivo. Há também ótimos riffs de guitarra e um solo longo e marcante! Excelente tema, que logo cativa o ouvinte!

O tema seguinte, "Blessed Garden", mantêm o bom ritmo e a atenção do ouvinte aos detalhes. Embora seja técnica e a de maior duração do play, cativa pelas ótimas melodias vocais e instrumentais, com camadas de teclado que, mais uma vez, complementam tudo muito bem.

A terceira faixa, "Purgatory", varia entre momentos mais lentos e pesados, com linhas vocais muito inspiradas e versáteis, enquanto a última, "Nothing At All", impressiona pelas várias variações e nuances, com uma banda entrosada e apaixonada pelo gênero.

O resultado final do EP é muito satisfatório, deixando o ouvinte ansioso pelo que ainda está por vir. Ora, a junção de ótimas composições e músicos não poderia gerar um resultado diferente. Altamente recomendável para os amantes do Heavy Metal progressivo, por se tratar de um ótimo representante do gênero no Brasil!

Confira o vídeo para a faixa "Dark Angel":

Formação da banda:
Lucas Povinha - Vocal
Rafael Savone - Guitarra
Lucas Cardoso - Teclado
Eduardo Crescenzi - Contrabaixo
Lucas Prado - Bateria

Faixas:
1 - Rise
2 - Dark Angel
3 - Blessed Garden
4 - Purgatory
5 - Nothing At All


Outras resenhas de Born From The Ashes - Jugger

Jugger: Competência, originalidade e maturidadeJugger: Versatilidade entre o Prog e o Power MetalJugger: Metal progressivo variado e instiganteJugger: Qualidade comprovada já no primeiro disco




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Jugger"


Johnny Depp: a banda que poderia ter desbancado o GunsJohnny Depp
A banda que poderia ter desbancado o Guns

Motley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy LeeMotley Crue
Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee


Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, jornalista (graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas), colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock'n'Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

adGooILQ