RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Haunted: O EP que marca o retorno da banda

Resenha - Haunted - Eye Of The Storm

Por Marcos Renan
Postado em 14 de fevereiro de 2014

Nota: 8

Para quem não conhece, o The Haunted é uma banda sueca formada em meados dos anos 90 após o fim da banda de Death Metal Melódico At The Gates. Os irmãos Anders (Guitarra) e Jonas (Baixo) Bjorler remanescentes se juntaram a Patrik Jensen(Guitarra), Adrian Erlandsson(Bateria) e Peter Dolving (Vocal).

Com uma proposta um pouco diferente de sua banda mãe, o The Haunted apresentava um Thrash metal moderno com pitadas de Death Metal Melódico, lançando álbuns extremamente elogiados por crítica e público como "Made Me Do It" (2000) e "rEVOLVEr" (2004),

Porém com o passar do tempo os mesmos começaram a inserir um pouco de experimentalismo em seus álbuns mudando um pouco sua direção musical, perdendo sua vertente Thrash e apresentando álbuns não muito interessantes como "The Dead Eye" (2006), "Versus" (2008), que volta com um pouco mais de agressividade, porém ainda com muito experimentalismo e "Unseen" (2011) esse um tanto quanto sem inspiração.

Após brigas internas e a saída de 3 dos 5 integrantes da banda, o futuro parecia incerto, sendo que um dos que saíram era o "cérebro" Anders Bjorler.

Porém em 2013 a banda anuncia sua volta com Marcos Aro nos vocais, Ola Englund na guitarra e a volta de Adrian Erlandsson na bateria, (o mesmo tinha sido substituído por Per Möller Jensen em 1999). Chega o ano de 2014 e a banda lança o EP "Eye Of The Storm".

O EP era visto com desconfiança, porem após sua primeira audição essa desconfiança acaba. Ola Englund é um grande guitarrista visto seus trabalhos no Feared e no Six Feet Under, o mesmo adicionou um pouco de groove nas músicas, e Patrick Jensen continua com suas bases bem feitas.

A primeira música "Eye of the Storm" mostra isso, groove na medida certa com riffs cavalares, uma bateria correta e com os vocais de Marco Aro no limite, o baixo também aparece muito presente nesta faixa. "Infiltrator", segunda faixa se mostra muito similar a "Trespass" do álbum "Made Me Do It" riffs muito rápidos, bateria rápida e algumas mudanças de andamento. "My Enemy" se parece com uma vinheta com cerca de 1 minuto, a banda destrói nessa música apresentando um thrash da melhor qualidade, talvez a única coisa a desejar seja a bateria, não que não seja boa, mas Per Möller Jensen em minha opinião tinha mais a cara do The Haunted, não é algo que vá diminuir a qualidade do trabalho, é apenas uma preferência pessoal.

Ou seja, esse EP nos apresenta à volta as raízes do The Haunted, sem experimentalismos e com o básico Thrash/Death Metal Melódico visto no começo de sua carreira, agora é só esperar o próximo álbum, e que seja tão bom como esse EP.

Eye Of The Storm EP:

1 - Eye Of The Storm
2 - Infiltrator
3 – My Enemy

The Haunted é:

Patrik Jensen –Guitarra
Jonas Björler – Baixo
Adrian Erlandsson – Bateria
Marco Aro – Vocal
Ola Englund – Guitarra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Frontman do Haunted conta encontro com travesti

The Haunted: Peter Dolving conta como foi ida a uma Sauna Gay


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal