publicidade

Paulo Schroeber: Disco indicado não apenas para guitarristas

Resenha - Freak Songs - Paulo Schroeber

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Paulo Schroeber é um guitarrista de renome na cena metálica nacional, por suas passagens nas bandas Hammer 67, Astafix e, em especial, o Almah. Possuidor de um talento nato para as seis cordas, Paulo sempre se mostrou um músico virtuoso, mas de muito bom gosto, o que fica mais evidente neste seu primeiro disco solo, totalmente instrumental.

5000 acessosKurt e Courtney: a primeira vez que os dois dormiram juntos5000 acessosNotas altas: as dez mais impressionantes do Heavy Metal

O disco possui uma sonoridade bem complexa, técnica e variada, com influências que vão do jazz e fusion ao funk, passando pelo metal e pela música brasileira, tudo de forma harmônica e com muita maturidade. Isso porque, além de Paulo, ainda participaram das gravações do baixista Felipe Andreoli, que dispensa apresentações, e o baterista Rodrigo Zorzi, um verdadeiro monstro das baquetas.

A produção também é ótima e, por óbvio, mesmo havendo um maior destaque para as guitarras, todos os demais instrumentos também dão suas caras em prol da musicalidade, não sendo um daqueles trabalhos de mera exibição de virtuosismos desnecessários.

O encarte do álbum também possui as explicações de Paulo para cada faixa, nas quais demonstra suas inspirações, bem como outros fatores que o influência ao compor.

É claro que nem tudo são flores, pois algumas faixas são um pouco longas demais, como “Neoclassical Party”, mas nada que tire os méritos do trabalho, que é um prato cheio para os apreciadores da boa música instrumental, e para os guitarristas que pretendem ouvir um disco desafiador e criativo.

Freak Songs – Paulo Schroeber
(Independente - Nacional)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net



Outras resenhas de Freak Songs - Paulo Schroeber

1377 acessosPaulo Schroeber: Mostrando sua versatilidade


Edu FalaschiEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

CapasCapas
Confira 10 das mais belas do Rock/Metal Nacional

AlmahAlmah
Confira Edu Falaschi tocando "Pegazus Fantasy" no piano

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Paulo Schroeber"0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"


Kurt e CourtneyKurt e Courtney
A primeira vez que os dois dormiram juntos

Heavy MetalHeavy Metal
As vozes mais impressionantes segundo a Loudwire

Gene SimmonsGene Simmons
"Quero saber a verdade sobre Michael Jackson!"

5000 acessosBehemoth: ser cristão e curtir metal é esculhambado e louco5000 acessosAlter Bridge: como foi o fim do Creed e o início da nova banda5000 acessosRush: o conceito de "2112", a obra-prima do grupo5000 acessosO tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hoje5000 acessosCourtney Love: feliz em ver o marido Lars Ulrich na estrada5000 acessosGene Simmons: explicando por que álbum do Guns é um de seus favoritos

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.