Paulo Schroeber: Disco indicado não apenas para guitarristas

Resenha - Freak Songs - Paulo Schroeber

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Paulo Schroeber é um guitarrista de renome na cena metálica nacional, por suas passagens nas bandas Hammer 67, Astafix e, em especial, o Almah. Possuidor de um talento nato para as seis cordas, Paulo sempre se mostrou um músico virtuoso, mas de muito bom gosto, o que fica mais evidente neste seu primeiro disco solo, totalmente instrumental.

Edu Falaschi: músicas surpresas do Almah em show do Tropical ButantãGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City

O disco possui uma sonoridade bem complexa, técnica e variada, com influências que vão do jazz e fusion ao funk, passando pelo metal e pela música brasileira, tudo de forma harmônica e com muita maturidade. Isso porque, além de Paulo, ainda participaram das gravações do baixista Felipe Andreoli, que dispensa apresentações, e o baterista Rodrigo Zorzi, um verdadeiro monstro das baquetas.

A produção também é ótima e, por óbvio, mesmo havendo um maior destaque para as guitarras, todos os demais instrumentos também dão suas caras em prol da musicalidade, não sendo um daqueles trabalhos de mera exibição de virtuosismos desnecessários.

O encarte do álbum também possui as explicações de Paulo para cada faixa, nas quais demonstra suas inspirações, bem como outros fatores que o influência ao compor.

É claro que nem tudo são flores, pois algumas faixas são um pouco longas demais, como "Neoclassical Party", mas nada que tire os méritos do trabalho, que é um prato cheio para os apreciadores da boa música instrumental, e para os guitarristas que pretendem ouvir um disco desafiador e criativo.

Freak Songs - Paulo Schroeber
(Independente - Nacional)


Outras resenhas de Freak Songs - Paulo Schroeber

null




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Paulo Schroeber"Todas as matérias sobre "Almah"


Edu Falaschi: músicas surpresas do Almah em show do Tropical Butantã

Gustavo Sazes: obras de arte em capas de álbuns de grandes bandasGustavo Sazes
Obras de arte em capas de álbuns de grandes bandas

Edu Falaschi: Deus, ex-colegas do Angra e 25 anos de carreiraEdu Falaschi
Deus, ex-colegas do Angra e 25 anos de carreira

Edu Falaschi: 10 discos que marcaram a vida do vocalistaEdu Falaschi
10 discos que marcaram a vida do vocalista


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre Zero the Hero e Paradise City

Debandados: saíram de uma banda e formaram outras de igual pra melhorDebandados
Saíram de uma banda e formaram outras de igual pra melhor

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?
O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?

Guns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl RoseDio: as músicas de Heavy Metal/Rock favoritas do vocalistaAC/DC: as músicas do "Back in Black", da pior para a melhorJon Bon Jovi: as mudanças no rosto dele de 1983 a 2019 (vídeo)

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGooILQ