Matérias Mais Lidas

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemAntes do Led Zeppelin, Robert Plant tentou entrar em outra banda famosa

imagemPantera tocará no festival Knotfest Brasil, segundo jornalista

imagemLed Zeppelin: O motivo pelo qual Jimmy Page não gosta de "All My Love"

imagemO arrependimento que David Bowie carregava em relação a Elvis Presley

imagemO motivo pelo qual Frank Zappa não gostava de Jim Morrison e o The Doors

imagemA reação do pai de Neil Peart quando ele se juntou ao Rush

imagemSteve Grimmett não estava doente antes de morrer, diz esposa

imagemMetallica e as músicas fantásticas que sempre ficam escondidas nas playlists

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemMustaine diz que tentou criar ambiente agradável para gravação de novo álbum do Megadeth

imagemTestament está confirmado na edição brasileira do Summer Breeze, segundo jornalista

imagemA reação de Stevie Ray Vaughan ao ouvir Jimi Hendrix pela primeira vez


2022/07/09
2022/08/18

Moonspell: "Irreligious", um disco especial e poderoso

Resenha - Irreligious - Moonspell

Por Leandro Fernandes
Em 25/01/14

Segundo álbum dos portugueses. Cru, pesado e ao mesmo tempo melancólico, pode assim ser definida essa bela compilação.

Aos poucos o Moonspell veio conquistando seu espaço com um trabalho magnífico e diferente imposto pela banda. Com belos riffs, melodias marcantes e vocais a beira da perfeição. Fernando Ribeiro (vocal) tem uma incrível técnica vocal alternado em gutural, rasgado e limpo. Isso faz com que a música feita pela banda te passa mais emoção e sentimento. Irreligious é um disco recheado de belos clássicos, um disco que agrada até o mais fervoroso e radical fã do heavy metal puro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comentando sobre as músicas, o disco se inicia com uma bela introdução, mostrando ao ouvinte que não terá decepção no decorrer do mesmo, Perverse… Almost Religious se emenda com a rápida e curta Opium, que se tornou um grande clássico tendo sua última frase sendo cantada em português. Awake chega com um belo dedilhado de guitarra, juntamente com o vocal que se arrasta com um belo teclado. For a Taste of Eternity chega mais agressiva, com um vocal rasgado alternado para um vocal limpo no refrão. Ruin & Misery consiste em algo mais soturno e atmosférico, onde o estilo mais gótico fala mais alto, juntamente com A Poisoned Gift, podemos notar gritos ao fundo acompanhados de um fúnebre teclado, nos dando a impressão de estarmos em meio a um filme de terror.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com a entrada de Subversion, podemos perceber algumas pitadas de dark, coisa que deixa o disco mais curioso ainda. Raven Claws tem um belo baixo no início e um refrão que demora horas pra sair da mente sussurros e guturais são presença forte. Com outra canção que se tornou um clássico, Mephisto é uma das mais perfeitas da banda, um sincronismo instrumental muito apurado e mais uma vez o grande ponto alto fica nos vocais e também no grande trabalho do baterista que alterna a todo momento com excelentes viradas.

Herr Spiegelmann tem uma breve introdução de parque de diversões emendada com um baixo mantendo assim juntamente com Full Moon Madness o segmento desde o início, caracterizado em um som puro e realmente sombrio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Irreligious é um disco especial e poderoso, pois existem vários elementos especiais no mesmo. Vale a pena!

Músicas:

1. Perverse...Almost Religious
2. Opium
3. Awake!
4. For A Taste Of Eternity
5. Ruin And Misery
6. A Poisoned Gift
7. Subversion
8. Raven Claws
9. Mephisto
10. Herr Spiegelman
11. Full Moon Madness

Membros:

Fernando Ribeiro - Voz
Ricardo Amorim - Guitarra
Mike Gaspar - Bateria
Pedro Paixão - Teclado e Guitarra
Ares - Baixo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heavy metal poliglota: dez músicas cantadas em idiomas diferentes do inglês

Moonspell: "Satã é apenas um grande símbolo"

Exportando metal: músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Leandro Fernandes

Conheci o rock em 1992, tendo o primeiro disco do Iron Maiden. Com o passar dos anos me apeguei ao rock progressivo e tenho bandas como Pink Floyd, Jethro Tull, Rush e Uriah Heep sendo as favoritas. Profissional da área de T.I, casado e uma filha. Sempre buscando conhecimento no rock/metal em geral.

Mais matérias de Leandro Fernandes.