Running Wild: Navegando com a maestria de um velho lobo do mar

Resenha - Resilient - Running Wild

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samyr Ismail, Fonte: Moshpit
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Resilient - /rɪˈzɪlɪənt/
5000 acessosHeavy Metal: as trinta maiores bandas de países diferentes5000 acessosDebandados: saíram de uma banda e formaram outras de igual pra melhor

1.(of a substance or object) able to recoil or spring back into shape after bending, stretching, or being compressed.
2.(of a person or animal) able to withstand or recover quickly from difficult conditions.

Resiliência, junto com a tenacidade, são duas das propriedades físicas mais importantes em materiais de engenharia. Ambas tratam da capacidade do material absorver energia: a primeira no regime de deformação elástico e a segunda durante todo o regime de deformação até a ruptura (regime de deformação elástico + regime de deformação plástico).

Regime de deformação elástico é aquele tipo de deformação que, depois de retirada a força aplicada, o material retorna para a sua forma original (assim como o elástico das suas calças), sem nenhuma "sequela" permanente. Por sua vez, o regime de deformação plástico é aquele em que o material após deformado, não retorna jamais ao seu formato original. Ele amassou, torceu, dobrou, e perdeu a forma original... e quem sabe até mesmo a sua utilidade.

Em linhas gerais, os dois conceitos tratam de como um material se comporta quando "toma porrada". Ele aguenta a pressão? Mantém a forma? Mantém as suas propriedades? Esses conceitos são tão importantes, que a psicologia, na falta de termos melhores, se apropriou de ambos e expandiu o seu uso para os seres humanos. Uma pessoa que rapidamente se recupera das agruras da vida e volta a ser exatamente o que era antes é uma pessoa resiliente. Uma pessoa que suporta todo o tipo de dificuldade, e se mantém "inteiro", é uma pessoa tenaz.

Essa introdução toda é para dizer que uma banda com mais de 30 anos de existência, que mesmo com todos os altos e baixos que uma carreira longa proporciona, mesmo já tendo inclusive finalizado as atividades, mesmo que tenha trocado toda a sua formação, mesmo que hoje em dia seja basicamente o projeto de um homem só, e que ainda assim, mesmo depois de todo esse tempo (e todos esses contratempos), ainda consiga lançar um ótimo disco que se mantém fiel a tudo o que a banda já fez de melhor, definitivamente não poderia ter escolhido um título melhor para o álbum!

Logo de cara o disco abre com a excelente "Soldiers of Fortune", com o seu ótimo riff quadradão que faria muita banda de Thrash Metal ficar com inveja. Sem dar muito tempo para pensar a banda engata a (também excelente) faixa título, "Resilient", que mostra toda a categoria do vocalista, guitarrista, compositor e dono da banda ROLF "ROCK N' ROLF" KASPAREK em compor ótimos riffs ganchudos de Rock n’ Roll. Por sinal, o riff da ponte dessa música é algo que deveria ser motivo de estudo para qualquer guitarrista de Rock n’ Roll que se preze.

E o disco segue assim até o final, navegando com a maestria de um velho lobo do mar, nesses dois oceanos. Uma hora norteado pelo tradicional Heavy Metal alemão, outra hora com os dois pés fincados no bom e velho Rock n’ Roll, e na maior parte do tempo em algum lugar no meio de ambos. A sequência "The Drift", "Desert Rose" e "Fireheart", exemplifica de forma clara exatamente isso. A primeira um Heavy Metal tradicional, a segunda um pouco mais puxada para o Rock/Hard e a terceira algo entre elas. "Crystal Gold" e "Bloody Island" fecham muito bem o disco (a versão Digipack conta ainda conta com as faixas bônus "Payola and the Shenanings" e "Premonition"), sendo a segunda um épico de quase 10 minutos.

Coloque para tocar e aumente o volume. Diversão garantida.

Tracklist:
01 – Soldiers Of Fortune – 4:23
02 – Resilient – 4:41
03 – Adventure Highway – 4:18
04 – The Drift – 4:45
05 – Desert Rose – 5:13
06 – Fireheart – 4:41
07 – Run Riot – 4:33
08 – Down To The Wire – 4:03
09 – Crystal Gold – 4:28
10 – Bloody Island – 9:55

Bonus Track:
01 – Payola and the Shenanings – 4:41
02 – Premonition – 4:17

Leia mais em MOSHPIT
http://www.moshpit.in/content/1385414799/running-wild-resili...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Resilient - Running Wild

2685 acessosRunning Wild: Mais uma vez provando sua força2373 acessosRunning Wild: Novamente navegando em águas familiares


Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Running Wild"

Top 10Top 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Running Wild"


Heavy MetalHeavy Metal
As trinta maiores bandas de países diferentes

DebandadosDebandados
Saíram de uma banda e formaram outra (melhor?)

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1981

5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey5000 acessosBon Jovi: Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atriz5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?5000 acessosGuns N' Roses: cover de AC/DC em homenagem a falecido cão de Axl Rose5000 acessosDream Theater: o habilidoso baixista caladão5000 acessosMegadeth: o que Peace Sells significou para a banda?

Sobre Samyr Ismail

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online