Avec Tristesse: Retorno triunfal da banda carioca

Resenha - Use & Control - Avec Tristesse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quando recebi a notícia do retorno dessa grande banda carioca confesso que fiquei muito feliz. Afinal, acompanhei seus dois primeiros lançamentos "Ravishing Beauty" (2002) e o excelente "How Innocence Dies" (2004) com muito louvor. Na época a banda caminhava por uma trilha entre o Dark e o Prog Metal.

Avec Tristesse: Tristeza transformada em belezaAC/DC: "Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Nove anos depois, o quinteto ainda mantém essa linha, mas com muito mais elementos advindos de outros estilos e uma variação impressionante. Influências fora do Metal também aparecem como da música brasileira, música clássica e até de Jazz. Tudo isso sem se perder em momento algum entre as 13 composições aqui contidas.

Da calmaria ao mais brutal momento do álbum, tudo transborda qualidade, técnica e ótimo bom gosto nos arranjos. Uma aura melancólica permeia o disco todo, mesmo com as mudanças de andamento e, principalmente, com a adição de momentos viajantes e totalmente progressivos.

É o típico trabalho difícil de resenhar, mas muito fácil de ouvir e nem sempre compreensível de imediato. Quer brutalidade ouça I've Learned To Hate que fecha surpreendentemente com um belo choro no final. Quer algo mais viajante? Ouça So Beautiful I Just Can't Believe. Se preferir algo mais variado e abrangente pode ir para Selfish.

Mas, as faixas citadas acima são apenas exemplos do que pode ser ouvido em "Use & Control", já que as músicas se completam e o disco soa magistralmente equilibrado. Além de tudo, o trabalho conta com uma ótima produção, o que acabou virando um adendo diante de tanto bom gosto. Retorno triunfal.

http://www.facebook.com/avec.oficial
http://www.myspace.com/avec




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Avec Tristesse"


Avec Tristesse: Tristeza transformada em beleza

AC/DC: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaAC/DC
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Metal contra o câncer: festival aceita cabelo como ingressoMetal contra o câncer
Festival aceita "cabelo" como ingresso

Emos: 23 músicas que já estiveram na sua playlistHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1983Chris Cornell: últimas palavras não foram "estou cansado", diz viúvaCharlie Brown Jr: Apresentador maranhense continua confudindo tudo

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336