Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemSlayer: Dave Lombardo surpreende ao eleger suas três músicas favoritas

imagemIron Maiden, Nervosa e Megadeth estarão na edição de 2023 do Wacken Open Air

imagemMúsicos famosos fizeram teste para o AC/DC sem que ninguém soubesse, conta baterista

imagemSUV do Offspring pega fogo durante viagem para show


Stamp

Year of the Goat: uma das melhores de occult rock da atualidade

Resenha - Angels' Necropolis - Year Of The Goat

Por Junior Frascá
Em 25/08/13

Nota: 9

Desde o lançamento do EP "Lucem Ferre", os suecos do YEAR OF THE GOAT já mostravam potencial para se tornarem uma das bandas mais relevantes do cenário occult rock da atualidade. E com o lançamento deste matador "Angels' Necropolis", os caras confirmam todo esse potencial, com um trabalho que tem tudo para se tornar referência no estilo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Mas não pelo fato de "Angels' Necropolis" ser um trabalho revolucionário ou inovador, mas pelo simples fato de ser uma obra repleta de músicas da mais alta qualidade, e que logra, com louvor, êxito no que se propõe.

Com uma sonoridade totalmente vintage e retro, a banda traz influências do hard rock setentista e progressivo, com alguns elementos do metal oitentista, e até um certo tempero pop em alguns momentos (sem exageros, que fique claro), e que faz toda a diferença, deixando as músicas ainda mais grudentas e "hipnotizantes".

Outro ponto que chama a atenção é o vocalista Thomas Sabbathi, que tem uma voz muito marcante. Com uma suavidade peculiar, em nenhum momento o cara altera sua voz, tentando soar agressivo desnecessariamente ou mesmo buscando atingir notas altíssimas, sempre mantendo uma padrão agradável e cativante, interpretando as letras de forma bem teatral.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A abordagem lírica da banda, como o estilo pede, é voltada ao ocultismo e ao satanismo, em alguns momentos de forma mais direta, como na épica "Thin Lines of Broken Hopes" (inclusive, nessa faixa, chega a impressionar a suavidade melancólica com que banda exara suas blasfêmias, graças, em especial aos vocais de Thomas), e em outros de forma mais "velada", como na ótima "A Circle of Serpents".

"For the King", que abre o disco, mostra todas essas qualidades latentes da banda, com uma beleza mórbida que chama a atenção. Já a faixa título, que vem na sequência, tem um refrão matador, trazendo arranjos riquíssimos, e mostrando o lado mais mórbido e doom da banda.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Contudo, é na faixa "Spirits of Fire" que o YEAR OF THE GOAT mostra toda sua excelência, com uma faixa excepcional, com ótimos solos, linhas vocais beirando a perfeição, cativando o ouvinte logo na primeira audição. Tem tudo para se tornar um clássico do occult rock.

A produção também merece destaque, em especial o timbre das guitarras, que mesmo sem qualquer modernidade e pouco distorcido, consegue transmitir uma pegada furiosa, provando que é a forma de tocar e compor, e não os excessos de efeitos, que fazem o som ser orgânico e agressivo.

Assim, "Angels' Necropolis" se mostra uma obra agradabilíssima, e que tem tudo para agradar todos os fãs de rock em geral. Cabe esclarecer ainda que o disco foi lançado no finalzinho de dezembro de 2012, quando muitas listas de melhores do ano já haviam sido feitas, e, por isso, certamente entrará em várias de 2013, inclusive na deste redator.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Angels' Necropolis – Year of the Goat
(2012 – Van Records -Europeu)

Track List:

1. For the King
2. Angels Necropolis
3. Spirits of Fire
4. A Circle of Serpents
5. Voice of a Dragon
6. This Will Be Mine
7. I ll Die for You
8. Thin Lines of Broken Hopes


Outras resenhas de Angels' Necropolis - Year Of The Goat

Resenha - Angels' Necropolis - Year Of The Goat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Occult Rock: dez novas ótimas bandas para você conhecer

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá.