Bloody Hammers: occult rock com influências de doom e gótico

Resenha - Bloody Hammers - Bloody Hammers

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não é mais novidade alguma o movimento de retorno do occult rock, pois diversas bandas, aproveitando-se do sucesso do GHOST, vêm conseguindo chamar a atenção no mercado atual. E o BLOODY HAMMERS é mais uma das boas bandas a se enveredar por esses caminhos e, como fica claro nesse seu debut, trata-se de uma das melhores do gênero.

Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no setIron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Trazendo aquela sonoridade retro, calcada no hard/occult rock setentista, e com várias nuances de doom metal, o BLOODY HAMMERS se diferencia por trazer ainda algumas influências de punk e de gothic rock. Assim, imaginem uma mistura de BLACK WIDOW, BLACK SABBATH, DANZING e TYPE O NEGATIVE, para se ter uma leve ideia do qual diferenciado é o som da banda.

Com ótimos riffs, e uma produção bem suja e despojada, "Bloody Hammers" é um disco de fácil assimilação, e embora pesadíssimo, em momento algum permeia pela música extrema, aliando agressividade e melodias de forma coesa e hamônica.

"Fear no Evil", por exemplo, é uma faixa que já nasce clássica, pois mesmo contendo arranjos e melodias simplíssimos, consegue cativar o ouvinte de forma instantânea. Outros grandes destaques ficam para "Witch of Endor", uma das mais pesadas do disco; "Black Magic", uma das mais macabras do disco; e para a melancólica e carregada "Trisect", cheia de elementos psicodélicos.

Liricamente, o grupo segue os clichês do estilo, tratando de temas como bruxaria, magia negra e afins.

Se você aprecia o estilo, corra já atrás da sua cópia.

Bloody Hammers - Bloody Hammers
(2012 - Soul Seller - Importado)

Tracklist:
01. Witch Of Endor 03:53
02. Fear No Evil 04:01
03. The Last Legion Of Sorrow 03:58
04. Say Goodbye To The Sun 05:40
05. The Witching Hour 04:16
06. Black Magic 04:06
07. Trisect 04:26
08. Beyond The Door 04:03
09. Souls On Fire 03:53
10. Don't Breathe A Word 02:51




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bloody Hammers"


Occult Rock: dez novas ótimas bandas para você conhecerOccult Rock
Dez novas ótimas bandas para você conhecer


Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no setIron Maiden
A reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no set

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Iron Maiden
Como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento
Eddie e Seu Madruga

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryRock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandasMadonna: ouça 5 belos covers feitos por bandas de Rock e MetalSteven Adler: autor de biografia diz ter sido enganado

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.