Black Heart Rebellion: composições que não são pra qualquer um

Resenha - Har Nevo - Black Heart Rebellion

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7

Vamos direto à primeira impressão. Se você se deixar levar pela primeira faixa do disco, a horrenda Avraham, você para na hora de ouvir o trabalho. Então, pule esta composição e parta para o segundo plano (não morra!) que aí o negócio flui e a coisa anda como deve ser.

Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anos

Vício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína

"Har Nevo" é o segundo trabalho desses belgas oriundos de Gent. Sim, o som do quinteto é indigesto, exige mais que uma ou duas audições, mas tem muita coisa aproveitável. Principalmente se você for amante de música experimental e burocrática.

A mistura entre Progressivo, Stoner, Doom Metal e Atmospheric resulta em uma musicalidade estranha, mas longe de ser mal feita. Em alguns momentos lembra o Tiamat da fase "Wildhoney", porém mais sujo e menos melódico ou ‘suave’, como queiram.

É inegável a competência dos músicos, mas as composições aqui contidas não é para qualquer sujeito ouvir. Destaco The Woods I Run From e sua levada Doom Metal, a celestial Circe, além da progressiva Into The Land Of The Another que fecha o disco com uma veia meio Pink Floyd.

http://www.theblackheartrebellion.com
http://www.facebook.com/theblackheartrebellion




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anosAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos

Vício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroínaVício
Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin