Arrayan Path: Um dos maiores nomes do Metal do Chipre

Resenha - IV: Stigmata - Arrayan Path

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Arrayan Path se formou em 1997 quando estavam radicados em Boston/EUA (hoje retornaram ao Chipre, seu país de origem) e este é o seu quarto trabalho completo, sendo que o grupo gravou também duas demos em seu início de carreira. A banda atualmente é formada por Nicholas Leptos (vocal), Alexis Kleidaras e Socrates Leptos (guitarras), George Kallis (teclado), Stefan Dittrich (bateria) e Paris Lambrou (baixo).
5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles5000 acessosU2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Um dos maiores nomes do Metal do Chipre, o Arrayan Path investe em um Metal melódico de qualidade e que não fica devendo em nada para grandes medalhões do estilo. Aliás, a banda sabe valorizar a palavra Metal e não deixa se escorregar em excesso de arranjos e afins.

As maiores referências sem dúvidas são nomes italianos como Rhapsody Of Fire, Labyrinth, Vision Divine e até o brasileiro Angra. Há algumas particularidades sem dúvidas, principalmente nos arranjos bem equilibrados e que se encaixam perfeitamente à sonoridade da banda.

Sim, há muita velocidade, bumbos duplos e melodia, como o estilo pede, afinal, não há mais pra onde correr nesse gênero, mas a banda o faz com muita competência. Inclusive o vocalista Nicholas possui um bom timbre típico e demonstra boa técnica, além de não exagerar.

As letras abordam temas como mitologia e misticismo. Destaque para The Bible Bleeds e seu refrão pegajoso, a trinca Judas Iscariot, Stigmata, Cursed Canaan e para a épica The Storyteller e seu refrão com aquele típico coro grave que ficou famoso em discos do Accept e, mais tarde, com o Hammerfall. Ótimo trabalho!

http://www.facebook.com/arrayanpath
http://www.reverbnation.com/arrayanpath

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Arrayan Path"

Helter SkelterHelter Skelter
A música que Charles Manson "roubou" dos Beatles

U2U2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Igor CavaleraIgor Cavalera
O Sepultura já era, deveria encerrar atividades

5000 acessosOzzy e Lemmy: mansão luxuosa, apartamento como caverna5000 acessosJames Hetfield: "fico deprimido quando não pego a guitarra"5000 acessosRush: Neil Peart leva vida complicada e sofre para tocar ao vivo5000 acessosAvantasia: 10 músicas essenciais da Metal Opera5000 acessosDio: algumas curiosidades inusitadas sobre o vocalista5000 acessosMetallica: banda improvisa "Enter Sandman" em supermercado

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online