Joe Bonamassa: mais um salto na carreira desse jovem guitarrista

Resenha - An Acoustic Evening At The Vienna Opera House - Joe Bonamassa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Paulo Linhares Gonçalves
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Vou falar sobre o último lançamento de Joe Bonamassa: o CD/DVD acústico "An Acoustic Evening At The Vienna Opera House", gravado em Viena, na Áustria, mais um salto de qualidade na carreira deste jovem guitarrista norte-americano.

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversasTico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quem acompanha a carreira de Joe Bonamassa sabe que ele ataca em diversas frentes: Já capitaneou a excelente banda de rock Black Country Communion (que agora se desfez); participou de um grupo de jazz/funk/soul junto a um time de feras, o Rock Candy Funk Party; e lançou recentemente um álbum junto com a cantora Beth Hart, o segundo desta parceria. Ufa!! Pra completar, ele lançou, neste mês de março de 2013, um CD/DVD duplo com a gravação de uma performance acústica que aconteceu em julho de 2012, no teatro Vienna Opera House.

Voltemos então para 2012. Final de maio, começo de junho: Joe toca seus últimos shows na América do Sul, especificamente no Rio de Janeiro (31/05, https://whiplash.net/materias/shows/155821-joebonamassa.html) e São Paulo (02/06). Ele voa para a Europa e se prepara para uma série de shows acústicos - quatro no total - culminando com o show em Viena, na Áustria. Na verdade, o trabalho começou antes, com o produtor Kevin Shirley selecionando os músicos que participariam do projeto. Os selecionados foram: Arlan Schierbaum, que tocou no último álbum de Joe Bonamassa e também participou dos álbuns em parceria com Beth Hart. Ele foi uma espécie de curinga, tocando acordeão, glockenspiel (uma espécie de xilofone), piano, e outros; Gerry O'Connor, toca banjo irlandês e violino (Gerry é talvez o melhor músico de banjo da atualidade); Mats Wester, sueco, toca mandola (instrumento de cordas, parecido com bandolim) e nyckelharpa, um instrumento típico da Suécia; e Lenny Castro, na percussão (Lenny é um músico de estúdio muito conhecido no meio, já tendo gravado com Eric Clapton, Stevie Wonder e Tom Petty, dentre muitos outros). Propositadamente, não temos um músico tocando baixo; o produtor Kevin Shirley preferiu trabalhar os arranjos com os músicos e instrumentos citados. Outra opção do projeto foi captar o som dos instrumentos com microfones, sem passá-los por amplificadores. Bonamassa cita, nos extras do DVD, que eles fizeram essa escolha para manter a autenticidade e pureza do projeto acústico.

A mini-turnê começou com uma apresentação no tradicional Festival de Montreux, e o falecido Claude Nobs até aparece nos extras do DVD. Mais duas apresentações na França e aí sim, o show principal, em Viena, onde a apresentação foi gravada. Os outros três shows serviram como uma espécie de preparação para a grande apresentação principal. O repertório escolhido consegue representar a extensa discografia de Bonamassa (dez álbuns de estúdio), incluindo canções de quase todos os discos de Joe. Algumas covers também foram incluídas, como "Jockey Full Of Bourbon", de Tom Waits, e "Seagull", do Bad Company - ambas, porém, já gravadas anteriormente em álbuns de Bonamassa. Óbvio, todas as canções já foram gravadas antes, nenhuma música inédita. A graça toda deste (e de quase todos) projeto acústico é ver como serão os arranjos e adaptações para o formato desplugado. E neste projeto, os arranjos trouxeram um frescor às canções, especialmente pelos músicos e instrumentos escolhidos: o banjo irlandês trouxe uma pitada country; o violino e a nyckelharpa agregaram um clima clássico, e o piano e o acordeão, em algumas canções, deixaram as músicas num clima de saloon do oeste americano. E tudo isso combinado teve um resultado excelente: você senta no seu sofá para assistir ao DVD e nem percebe, no fim, que se passaram duas horas de música de primeiríssima qualidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O palco foi montado de maneira simples, destacando Joe, que fica rodeado de diversos violões dos mais diferentes modelos e timbres - ele troca em quase toda canção. Os demais músicos foram posicionados ao seu redor, como que indicando que complementam ricamente o som que Bonamassa tira de todos aqueles violões. Os meus maiores destaques ficam para "Dust Bowl", com arranjo que se beneficiou bastante dos instrumentos escolhidos; "Slow Train", que ganha um ar country combinado ao seu estilo blues; "Athens To Athens", que assume de vez a influência country; e "Jockey Full Of Bourbon", onde o piano de Arlan Schierbaum dá um toque western à canção. Entretanto, o melhor mesmo é curtir, do início ao fim, este excelente show de música da maior qualidade e se deliciar com a performance dos músicos.

Como eu já falei, ao final do show você nem percebe que quase duas horas se passaram, e fica lamentando que o show tenha chegado ao fim. Um dos melhores acústicos que já assisti, se aproximando dos melhores trabalhos utilizando o formato, como o de Eric Clapton e o do R.E.M. Felizmente, Joe está excursionando e trará esta apresentação acústica ao Brasil! Shows marcados para agosto, em São Paulo (08/08) e no Rio de Janeiro (11/08). Te vejo lá no Vivo Rio!!

Relação das músicas:
Disco 1:
1 - "Arrival"
2 - "Palm Trees, Helicopters And Gasoline"
3 - "Jelly Roll"
4 - "Dust Bowl"
5 - "Around The Bend"
6 - "Slow Train"
7 - "Athens To Athens"
8 - "From The Valley"
9 - "The Ballad Of John Henry"
10 - "Dislocated Boy"
11 - "Driving Towards The Daylight"

Disco 2:
1 - "High Water Everywhere"
2 - "Jockey Full Of Bourbon"
3 - "Richmond"
4 - "Stones In My Passway"
5 - "Ball Peen Hammer"
6 - "Black Lung Heartache"
7 - "Mountain Time"
8 - "Woke Up Dreaming"
9 - "Sloe Gin"
10 - "Seagull"

Alguns vídeos:
"Slow Train":

"Athens To Athens":

"Jockey Full Of Bourbon":

Confira esta e outras resenhas no blog Ripando a História do Rock:
http://ripandohistoriarock.blogspot.com.br/

Grande abraço rock and roll para vocês!!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Joe Bonamassa"


Guitarra: Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etcGuitarra
Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etc

Joe Bonamassa: é injusto criticar o Greta Van Fleet pelas influênciasJoe Bonamassa
"é injusto criticar o Greta Van Fleet pelas influências"


Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversasIron Maiden
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de ChampignonTico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon


Sobre João Paulo Linhares Gonçalves

Roqueiro convicto, de carteirinha, desde os treze anos de idade. Já tive diversas bandas preferidas: de Iron Maiden, Metallica e Black Sabbath a The Who, Pink Floyd e Rolling Stones. O heavy metal sempre me atraiu muito, mas o rock praticado nos anos 60 e 70 é fascinante e estou sempre escutando. De vez em quando, dou chance ao punk, rock alternativo, blues, até ao jazz e MPB, pra variar.

Mais matérias de João Paulo Linhares Gonçalves no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280