Rhapsody: a banda perdeu tempo em seu começo por não fazer shows

Resenha - Live - From Chaos To Eternity - Rhapsody

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8


Lembro-me perfeitamente quando ouvi pela primeira vez o Rhapsody (quando a banda atendia somente por esse nome e como irei me referir nessa resenha). Foi com o debut "Legendary Tales" de 1997 que me surpreendeu positivamente pelo excesso de orquestrações e melodias muito bem encaixadas.

Rhapsody: o metal melódico sinfônico da banda italiana (vídeo)Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal

Logo perdi o encanto pela banda e me recordo muito bem que os discos que o sucederam fizeram um grande estrondo por parte do público, mas virava e mexia eram massacrados pela mídia especializada. A única coisa que não poderiam negar era o talento inegável de seus músicos, em especial o compositor e tecladista Alex Staropoli, o vocalista Fabio Lione (um dos melhores de todos os tempos no estilo) e do ex-guitarrista Lucca Turilli.

Após a saída desse último e a adição do 'Of Fire' no nome, a banda italiana sofreu altos e baixos, mas danou a se apresentar ao vivo (coisa que não fazia no início de carreira) e passou por mais uma provação. Segundo disco ao vivo os caras, esse álbum duplo é algo que mostra uma banda completamente reformulada e dentro dos eixos novamente.

Talvez tenha sido a decisão mais acertada, já que o que podemos concluir em "Live - From Chaos To Eternity" é que a banda perdeu tempo em seu começo por não fazer shows. Com um repertório cheio de clássicos, o grupo demonstra energia e coesão (mesmo com os inevitáveis overdubs e samples).

O primeiro disco retrata mais a fase atual, da qual confesso acompanhei pouco, onde canções como From Chaos to Eternity, Triumph Or Agony, The Dark Secret e Land Of Immortals soam perfeitas com uma apresentação digna aliada a muito peso e coesão. Mérito de Alex, Fabio que está cantando cada vez melhor e mais variado, dos atuais guitarristas Roberto De Micheli e Tom Hess, e da cozinha formada por Oliver Holzwarth (baixo) e Alex Holzwarth (bateria).

No disco dois, os arranjos de Alex nos levam a uma viagem ao início de carreira do grupo com clássicos do naipe de Dawn Of Victory, The Village Of Dwarves, Holy Thunderforce e Emerald Sword. Simplesmente algo que irá tirar o fôlego de qualquer fã, pois até o meu se foi com essas execuções.

O peso das guitarras, que ficou devendo em alguns trabalhos em estúdio, os já citados arranjos, a cozinha 'nervosa' e muito técnica, além da interpretação incontestável de Lione, fazem com que esse disco seja o álbum ao vivo definitivo da banda, já que "Live in Canada 2005 - The Dark Secret" foi uma 'encheção' de linguiça. Algo pra colecionador.

http://www.rhapsodyoffire.com/
http://www.facebook.com/rhapsodyoffire




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rhapsody"


Rhapsody: o metal melódico sinfônico da banda italiana (vídeo)Rhapsody: o ápice da primeira fase no brilhante Dawn of VictoryTurilli-Lione Rhapsody: banda anuncia quatro shows no Brasil em 2020

Metal Sinfônico: dez álbuns essenciais do gêneroMetal Sinfônico
Dez álbuns essenciais do gênero

Metal Medieval: confira 10 bandas de temáticas medievaisMetal Medieval
Confira 10 bandas de temáticas medievais

Rhapsody: não somos uma banda de Heavy Metal, diz Luca TurilliRhapsody
Não somos uma banda de Heavy Metal, diz Luca Turilli


Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Metallica: a habilidade com as baquetas de James HetfieldMetallica
A habilidade com as baquetas de James Hetfield

Refrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/MetalRefrãos
Alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

Planet Rock: as maiores vozes da história do rockPlanet Rock
As maiores vozes da história do rock

Kiss: Minions cantando Rock N' Roll Al Nite em animaçãoKiss
Minions cantando "Rock N' Roll Al Nite" em animação

Kiss: Gene Simmons comenta raízes inglesas da bandaKiss
Gene Simmons comenta raízes inglesas da banda


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336