Revenge: sonoridade caminha entre o Speedy/Heavy Metal oitentista

Resenha - Vendetta - Revenge

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Este é o quinto álbum desta banda colombiana que se mostra bem prolífica, já que em 11 anos de estrada possui dezenas de títulos se contarmos demo, singles, EP´s, splits, além de um DVD.

A sonoridade do grupo caminha entre o Speedy/Heavy Metal oitentista com um pé no Thrash Metal. O interessante é que as composições contidas em "Vendetta" possuem influências que vão desde Exciter e Judas Priest até Primal Fear, porém com essa roupagem mais rústica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É importante ressaltar o trabalho das guitarras, já que os riffs velozes e nervosos se aliam perfeitamente aos solos muito bem elaborados e executados. A pequena dose de melodia contida nas composições cativa e mostra a influência de Heavy Metal tradicional.

O primeiro grande destaque é Deal My Soul With Satan. A pegada tradicional da música, com seus riffs marcantes e melodia muito bem encaixada empolgam e mostram bem essa faceta dos caras. Isso sem contar o ótimo refrão. Possessed By Devil Music, Renegade (bem Judas essa) e Ridding Hell (regravação da faixa contida no primeiro álbum "Metal Warriors" de 2005) também se destacam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É bom ressaltar que a produção do trabalho, a cargo da própria banda e da Rata Mutante Records, ficou fiel ao estilo deixando soar mais orgânico. Além disso, há um equilíbrio muito bom entre as faixas. Vale à pena conferir!

http://www.facebook.com/REVENGESPEEED666
http://www.myspace.com/revengecol
http://www.reverbnation.com/revengecol

publicidade


Outras resenhas de Vendetta - Revenge

Revenge: um dos nomes mais interessantes da cena thrash metal

Revenge: de volta com mais uma lição de bom gosto e técnica




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

CliIL Cli336 WhiFin