Kannibale: Um som que há muito tempo não ouvia de uma banda nova

Resenha - Kannibale - Kannibale

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Dias
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Um som que há muito tempo não ouvia uma banda nova executar dentro da cena do metal. E é com muito orgulho que escrevo essa review para divulgar o som do Kannibale. A banda, vinda de Paudalho-PE, faz um heavy metal clássico com influências visíveis do proto-thrash do início dos anos 80, me lembrou muito trabalhos de bandas como Stress, Azul Limão e Anthares, entre outras da cena de metal brasileira da "década perdida".
5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosSexo e rock n' roll: banda grava e vende pornô para bancar despesas

A escolha de uma gravação mais lo-fi é algo interessante, pois relembra mesmo os velhos tempos de gravações demo clássicas, e mesmo que esse efeito pra muitos seja "abafado", não deixa de ser interessante e de forma alguma compromete o resultado final do produto.

A demo começa com a introdução instrumental "Prelúdio ao Fim" (chamada em algumas reviews por engano de "Ritual do Caos"), que já evidencia as influências clássicas da banda. Logo a seguir vem "Condenado", em que os vocais de Davino (que também toca baixo na banda) ficaram muito na linha de Roosevelt Bala do Stress, e a linha instrumental segue bem esse som. A próxima, "Lua de Sangue", possui um clima mais speed metal, tal como a última faixa, "Batalhas Cruzadas", evidenciada na bateria de Heleno e nos riffs das guitarras de Jefferson e Diego, além dos vocais mais brutos (com alguns agudos bem na linha King Diamond em alguns momentos).

Enfim, é um ótimo começo pra essa banda que promete muito dentro da cena pernambucana e nacional de metal, fazendo ressurgir o vigor e a beleza do metal clássico de nossa terra.

Tracklist:

01. Prelúdio ao Fim
02. Condenado
03. Lua de Sangue
04. Batalhas Cruzadas

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kannibale"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Sexo e rock n rollSexo e rock n' roll
Banda grava e vende pornô para bancar despesas

Por poucoPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita5000 acessosDeath On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie Mercury4229 acessosMetallica: Lars conta que o "Kill' Em All" influenciou novo álbum5000 acessosIron Maiden: Bruce não quer mais cantar Hallowed Be Thy Name?5000 acessosLoudwire: as capas de Heavy Metal mais assustadoras

Sobre João Dias

Nascido em Pernambuco, licenciado em história pela UFPE. O rock’n roll entrou em sua vida ainda criança, mas somente na juventude passou a se dedicar como músico, divulgador de eventos, e ajudando a cena underground pernambucana e do Nordeste em geral, sendo redator de sites como Metal Land, Metal Cristão, Cristianismo e Underground, Mortifination e, claro, Whiplash.Net. Contatos através do seu site Christian Underground Pernambuco.

Mais matérias de João Dias no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online