Deicide: mais vendido de todos os tempos do Death Metal

Resenha - Deicide - Deicide

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo M. Brauna
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Deicide desde quando surgiu vem conquistando seguidores e desafetos pelo mundo inteiro. Nos anos oitenta com o nome de Amon chegaram a lançar as demos Feasting the Beast (1987) e Sacrificial (1989). Reza a lenda que, sabendo da desatenção de um dos produtores da Roadrunner Records pelas demos da banda, Glen Benton chegou a invadir o local e ameaçou-o se não lançasse o primeiro álbum deles. Foi aí que surgiu o Debut homônimo!

Oito razões pra dormir com um bateristaPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensa

História "hilária" ou duvidosa, a verdade é que a banda foi obrigada a mudar de nome, pois Amon é chamado a moradia citada no álbum "Them" de King Diamond, então principal estrela da gravadora. "Acordo" feito, a banda resolve mudar para Deicide que traduzido do latim significa "conspirador de cristo".

Em 25 de julho de 1990, pelas mãos do cultuado produtor Scott Burns é lançado o full length com todas as faixas das duas demos e mais duas músicas inéditas, "Deicide" e "Mephistopheles". O lugar escolhido para a concepção não poderia deixar de ser outro, no Morrisound Records onde já passou todos os grandes nomes do Death Metal daquela época.

Imediatamente ao lançamento o álbum atingiu status de um dos mais poderosos do estilo, Glen Benton ainda hoje afirma que nunca usou recursos tecnológicos para modificar as suas vocalizações nesse disco, mas "cacetadas" como "Lunatic of God's Creation" e "Oblivious to Evil" nos deixa certa dúvida sobre isso, porém como seus 'Screams' acompanham os guturais em todos os trechos das canções é melhor nem aprofundarmos nesse assunto para não causar confusão.

Todas as dez faixas foram criadas pelo vocalista e ao lado de "Covenant" do Morbid Angel, "Deicide" é o mais vendido de todos os tempos do Death Metal. As suas letras sempre desafiando o cristianismo e fazendo adorações diretas ao satanismo, fizeram da banda uma das mais expressivas do Black Metal que conseguiu romper as barreiras do "absoluto underground".

A "canção", "Dead by Dawn", estreou como uma das trilhas sonoras do game "Grand Theft Auto IV: The Lost and Damned" em 2009 quando a banda já entrara para o "mainstream" da música extrema mundial.

Este é o primeiro de tantos outros trabalhos sempre na mesma linha que vem despertando ódio em muitos cristãos, motivo pelo qual a banda vem recebendo "cotidianamente" muitas ameaças por parte de "fanáticos", fazendo os seus membros andarem sempre "prevenidos" (nos EUA porte de armas é legal em algumas regiões). Mas isso nunca interrompeu a saga desses guerreiros!

Line Up:
Glen Benton - Vocal, Baixo
Eric Hoffman - Guitarra
Brian Hoffman - Guitarra
Steve Asheim - Bateria

Track List:
01."Lunatic of God's Creation" 2:42
02."Sacrificial Suicide" 2:51
03."Oblivious to Evil" 2:41
04."Dead by Dawn" 3:56
05."Blaspherereion" 4:15
06."Deicide" 4:02
07."Carnage in the Temple of the Damned" 3:33
08."Mephistopheles" 3:35
09."Day of Darkness" 2:05
10."Crucifixation" 3:55



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Deicide"


E Se...: Sua banda favorita mudasse de gênero musical?E Se...
Sua banda favorita mudasse de gênero musical?

Deicide: vocalista chama Mustaine de prolapso retalDeicide
Vocalista chama Mustaine de "prolapso retal"

Sai pra lá, capiroto!: as músicas mais demoníacas do MetalSai pra lá, capiroto!
As músicas mais demoníacas do Metal


Oito razões pra dormir com um bateristaOito razões pra dormir com um baterista
Oito razões pra dormir com um baterista

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Metallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversasDave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiabertoDavid Bowie: "Perdi a virgindade com ele, aos 15 anos de idade"Lady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

Sobre Leonardo M. Brauna

Leonardo M. Brauna é cearense de Maracanaú e desde adolescente vive a cultura do Rock/Metal. Além do Whiplash, o redator escreve para a revista Roadie Crew e é assessor de imprensa da Roadie Metal. A sua dedicação se define na busca constante por boas novidades e tesouros ainda obscuros.

Mais matérias de Leonardo M. Brauna no Whiplash.Net.