Silence: demo de competência dentro do metal melódico

Resenha - Silence - Silence

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Willba Dissidente
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Desde seu surgimento em meados dos anos 80, o chamado metal melódico (caracterizado pelo andamento rápido, vocais agudos e guitarras virtuosas) passou por um período de auge na década de 90, mas as mudanças dentro da cena metal fizeram recentemente o estilo ter espaço reduzido (quem não se lembra das polêmicas declarações de Edu Falashi?). Entretanto, esse segmento do metal continua tendo muitos adeptos, como é o caso dos mineiros da banda SILENCE; que em sua demo auto-intitulada se eles não inventaram a roda, a sabem fazer rolar muito bem.

Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallTop 5 Metallica: About.com elege os cinco melhores álbuns

Surgida em 2006 na cidade de Pouso Alegre, sul de Minas Gerais, o SILENCE lançou sua demo auto-intitulada em 2009, levantando a bandeira do estilo que escolheu se dedicar, o metal melódico, sem pretensões de reinventá-lo, mas com seriedade para se fazer um trabalho de qualidade dentro do gênero. O resultado é um cd muito interessante, que com suas quatro músicas, totalizando 17 minutos e 15 segundos de duração, prende a atenção do ouvinte.

Além das composições, um dos pontos principais da demo é a qualidade de gravação da mesma. Todos os instrumentos estão audiveis e bem mixados. Nesse quesito, o SILENCE poderia ter optado, tranquilamente, por lançar seu trabalho como um E.P. O encarte é xerox colorido e a mídia é cd-r impressa, como as demos comunmente são lançadas.

Intereessantemente, o cd tem clima de disco ao vivo. Explico: a abertura com a música "Sea Of Life" é iniciada com os clássicos três toques no prato de condução da bateria, a segunda faixa "Never Surrender" é apresentada com o vocalista Cássio falando "We never retread and never surrender" e o som "To The Throne" tem uma rápida introdução de bateria. Tudo sem perder o pique. Somente a última música "Inferno no Céu" tem uma introdução com sons feitos no estúdio, distoando das demais.

Quanto as músicas, o som do SILENCE nos remete aos bons tempos de grupos como HELLOWEEN, AXXIS, VIPER e demais. A faixa "Sea Of Life" conquistará os fãs de metal melódico com seu andamento rápido, muitos solos dobrados (que não são enjoativos) e os vocais no melhor estilo Michael Kiske. Um diferencial da canção é a presença de 'paradinhas' e 'recomeços', como é tão comum no thrash metal; cortesia da "cozinha" formada por Walber e Tulio. "Never Surrender", apresenta o vocal cantando um tom abaixo, o que funcionou bem com a canção e mantém o clima, em especial pelo grandioso refrão.

A terceira faixa, "To The Throne" apresenta letra baseada no animê Bersek, de que o guitarrista Leandro é fã assumido. Nessa música, não obstante o vocal e os solos de guitarra puxarem para o metal melódico, o andamento é mais de um Heavy Metal acelerado. Na última música, "Inferno no Céu", o SILENCE optou por um andamento mais tradional, na linha MANOWAR, surpreendendo pelas letras em português. Como se sabe, são poucas bandas nesse estilo que cantam em qualquer lingua que não o inglês, como fazem os espanhóis do AVALANCH.

Ainda sobre as letras nessa canção, o ouvinte pode estranhar os constantes erros de português, o que soa estranho. Como uma banda que brasileira que canta direitinho em inglês, vai errar em uma música em português? A explicação é que os erros fazem parte da música, que teve a letra escrita com essa licensa poética por um amigo da banda. O único ponto realmente negativo de "Inferno no Céu" é que no final a música dá uma acelerada pouco antes de terminar, o que é uma pena, pois essa parte de finalização é bem bacana e poderia ter tido uma duração maior (isso faria a alegria dos que gostam de agitar mais freneticamente e abrir rodas em shows).

No mais, o SILENCE apresentou material de excelente qualidade para uma demo, que ainda continua sendo o único material disponível da banda. O grupo, entretanto, continua se apresentando ao vivo e gravando, tanto que outras músicas deles podem ser ouvidas no perfil do SILENCE no myspace. Esperamos que a banda mantenha a qualidade de composição/produção nos próximos lançamentos.

SILENCE

Cassio Rafael - vocal
Leandro - Guitarra
André - Guitarra
Tulio - baixo
Walber - bateria
Deby - tecladista convidada (nos shows, não participou da gravação)

Silence (Demo Cd, 2009)

01 . Sea of Life
02 . Never Surrender
03 . To The Throne
04 . Inferno no Céu

Sites relacionados:

http://www.facebook.com/pages/Banda-Silence/251118004900586
http://www.myspace.com/silencemetalband
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=861587
http://www.youtube.com/user/SilenceChannel
https://twitter.com/silencemetal
http://silence.conexaovivo.com.br/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Silence"


Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Top 5 Metallica: About.com elege os cinco melhores álbunsTop 5 Metallica
About.com elege os cinco melhores álbuns


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336