Soulspell: equilíbrio entre o peso do metal e o tema épico

Resenha - Hollow's Gathering - Soulspell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


A terceira parte da saga do SOULSPELL Metal Opera, sem dúvida nenhuma, é a melhor do projeto até o momento. Com um amadurecimento latente, fica claro em "Hollow´s Gathering" (que acaba de chegar no mercado nacional via Hellion Records) que seu idealizador, Heleno Vale, conseguiu encontrar um perfeito equilíbrio entre o peso do metal e a temática épica abordada.

Isso não significa que os dois discos anteriores sejam ruins, muito pelo contrário, vez que ambos, sem dúvida, marcaram a história do metal nacional. Mas é nessa terceira parte que vemos realmente que o SOULSPELL tem um potencial muito maior, inclusive para atingir o sucesso internacional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A sonoridade está bem mais encorpada e orgânica, trazendo elementos de metal melódico, sinfônico e progressivo com muita qualidade e coerência, com ótimos arranjos, e melodias fáceis, que ficam na cabeça do ouvinte por dias.

Além disso, as participações especiais também são fantásticas, como, por exemplo, de Tim 'Ripper' Owens, Amanda Somerville, Blaze Bayley, Markus Grosskopf (Helloween) Michael Vescera, Matt Smith (que também realizou a mixagem do material) Mário Pastore, Fabio Laguna, Jefferson Albert, Tito Falaschi, Lígia Ishitani, Pedro Campos, Daise Munhoz, Leandro Caçoilo, Gui Antonioli e Nando Fernandez.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Conceitualmente, o disco continua a história iniciada nos álbuns anteriores, mas de forma ainda mais complexa e cativante, incluindo ai uma passeio de barca pelo purgatório!

Dentre as participações internacionais, o destaque fica para Owens, na excelente "The Dead Tree", com vocais altíssimos, e de Bayley, na épica "The Keepers Game", bem diferente de tudo que o ex-vocalista da Donzela de Ferro já fez em sua carreira. Dos vocalistas nacionais, destaco a participação de Daisa Munhoz, com uma voz potente e cativante, apesar de alguns exageros nos agudos, e de Nando Fernandez, que interpreta o demônio Samael. Mas todas as vocalistas fizeram um ótimo trabalho, assim como os instrumentistas.

publicidade

Portanto, com "Hollow´s Gathering" o SOULSPELL tem dá um passo gigantesco para se consolidar com um dos "metal operas" mais interessantes da atualidade, e tem tudo para ter ainda mais repercussão que os trabalhos anteriores, seja no Brasil ou no exterior. Imperdível.

Hollow's Gathering - Soulspell
(2012 – Hellion Records - Nacional)

1. Hollow s Gathering
2. A Rescue Into the Storm
3. To Crawl or to Fly
4. Anymore
5. Adrian s Call
6. Change the Tide
7. Echoes from Hell
8. The Keeper s Game
9. The Dead Tree
10. Whispers Inside You

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Hollow's Gathering - Soulspell

Soulspell: Metal-Ópera com alma brasileira

Soulspell: Solidificando a Metal Opera no Brasil

Soulspell: Análise do terceiro ato da metal opera




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Beldades: 10 motivos para você gostar ainda mais de Rock/MetalBeldades
10 motivos para você gostar ainda mais de Rock/Metal


Iron Maiden: Nicko McBrain conta sobre sua conversão ao cristianismoIron Maiden
Nicko McBrain conta sobre sua conversão ao cristianismo

Tragédia e dor: O Blues, o Rock e o DiaboTragédia e dor
O Blues, o Rock e o Diabo


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 WhiFin Cli336