Darkest: som de qualidade com influência do Thrash

Resenha - Human Decay - Darkest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Grata surpresa o trabalho desta banda paulistana. Fundada em 2010, o primeiro objetivo do grupo era fugir do óbvio dentro do Metal, mas como isso é praticamente impossível, a banda conseguiu fazer um som de qualidade que possui influência do Thrash Metal, com pitadas de Heavy Metal tradicional e até Melodic Death Metal.
5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

Se for original ou não, não importa, o importante é que fazem um trabalho de muito bom gosto e com identidade. Realmente o Thrash contemporâneo é o principal foco, portanto fãs de Pantera, Sepultura e Megadeth (fase anos 90) irão curtir o som da banda. Mas, há um 'porém'. A banda não investe em 'groove', seu som soa mais direto e com influência do Heavy Metal, como foi citado.

As quatro composições aqui presentes são muito boas, dificultando a escolha de um destaque. Mas, Death On Strike e suas belíssimas e trabalhadas guitarras, tanto em riffs quanto em solos, as quebradas ousadas da cozinha e o bom refrão fecha o EP de forma fenomenal.

Uma melhorada nos timbres dos instrumentos, como mais peso nas guitarras, por exemplo, só vai adicionar ao som da banda, mas isso é apenas um detalhe perto de tanta qualidade. Não posso esquecer-me de mencionar a belíssima capa do trabalho, o que mostra que a banda se preocupa também com a estética. Vale à pena conferir.

http://www.reverbnation.com/darkest
http://www.facebook.com/darkestband

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Human Decay - Darkest

360 acessosDarkest: banda nacional aposta no Thrash/Death Old School

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Darkest"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Darkest"

Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

CoversCovers
Quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

RammsteinRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!"

5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosChris Caffery: guitarrista sofreu preconceito por ser "cabeludo"5000 acessosMarilyn Manson: 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosBlack Sabbath: Ozzy diz que a banda não gravará mais nada

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online