Innocence Lost: Heavy Metal de qualidade

Resenha - Human Reason - Innocence Lost

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Músicos jovens, banda relativamente nova e Heavy Metal de qualidade. Atualmente é comum nos depararmos com centenas de grupos com essas características (outros não), mas que deixam a desejar com o profissionalismo e detalhes que podem colocar a carreira da banda em xeque.
5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Aleister Crowley5000 acessosIron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismo

O Innoncence Lost possui essas características e, felizmente, é uma banda muito profissional e que se preocupou bastante com a qualidade do seu trabalho. Formada em 2007, a banda conta atualmente com Mari Torres (vocais), Juan Carlos (guitarra), Rodrigo Tardin (baixo), Aloysio Ventura (teclados) e Heron Matias (bateria).

"Human Reason", primeiro trabalho da banda, mostra uma vertente que se envereda pelos caminhos do Prog Metal, elevando uma densidade natural e com técnica apurada. Com uma ótima produção, a cargo de Romulo e Murilo Pirozzi (Pyro Z Home Studio), o EP caminha corretamente pelos trilhos do Metal atual sem perder a essência do estilo que existe há mais de 40 anos.

Os vocais de Mari são potentes e suaves, sem exageros ou descontroles, na medida certa. A guitarra de Juan (bela escolha de timbre) soa entre o moderno e o tradicional, não exagera nas firulas e as bases e solos estão bem encaixados. A cozinha variada mostra boa técnica e coesão.

Os arranjos de teclados (não sei por que sempre se esquecem de destacar esse instrumento) são excelentes, dando um ar mais clássico e erudito à sonoridade da banda. São 5 belas composições, difíceis de destacar. Mas eu me arrisco por Nameless Hunter, que abre o disco de forma soberba e a emotiva e pegajosa (no bom sentido) Falling Down.

Não bastasse tudo isso, a embalagem tem uma arte belíssima, a cargo de Raphael Gabrio, dando ainda mais qualidade ao conjunto da obra. Banda pronta para um debut, pode conferir sem medo.

http://www.reverbnation.com/innocencelostbr
http://www.myspace.com/innocencelostbrasil
http://www.youtube.com/user/InnocenceLos...
https://twitter.com/#!/InnocenceLostBr
http://innocencelost.bandcamp.com/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Human Reason - Innocence Lost

284 acessosInnocence Lost: EP positivamente ambicioso517 acessosInnocence Lost: som bem trabalhado e com influências307 acessosInnocence Lost: EP com peso e melodia na medida certa

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Innocence Lost"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Innocence Lost"

Aleister CrowleyAleister Crowley
Um dos pensadores que inspiraram o Heavy Metal

Iron MaidenIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre sua conversão ao cristianismo

SlipknotSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

5000 acessosBruce Dickinson: punks não sabem tocar e tem inveja do metal5000 acessosGuitarras e Baixos: Perguntas e Respostas5000 acessosMaquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black Metal2185 acessosMetalblade: os 30 melhores lançamentos dos 30 primeiros anos5000 acessosVan Halen: o típico vocabulário da era David Lee Roth5000 acessosStones: alguém gritou "fora Dilma", alguém tomou as dores e começou a discussão

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online