Onslaught: Reviravolta na cena rockeira mundial.

Resenha - Sounds of Violence - Onslaught

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maicon Leite
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


O grande retorno do Thrash Metal oitentista começou basicamente no final dos anos 90, quando o Destruction voltou com "All Hell Breaks Loose" e o Whiplash, com "Thrashback". Supondo que minha teoria esteja certa, o que vimos a partir daí foi uma verdadeira ressurreição de bandas, que voltaram do limbo musical para ocupar novamente os palcos mundo afora e lançar discos - algumas vezes meia boca - para então, criar uma espécie de reviravolta na cena rockeira mundial.

Metal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempoBruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pois bem, eis que muitos anos após seu término, os britânicos do Onslaught resolveram mostrar as caras, alguns com uma barriguinha mais avantajada, ou com o cabelo mais grisalho, porém mostrando que o amor ao Thrash Metal continuou vivo dentro de cada um e dizendo a todos que o tempo os deixou cada vez melhores. "Killing Peace", lançado em 2007, expôs tudo isso e muito mais, e os frutos dessa reunião ficaram cada vez mais interessantes neste novo álbum, "Sounds of Violence".

Ao contrário de muitas bandas remanescentes dos anos 80, a pegada insana continuou intacta, revelando detalhes que talvez não pudessem ser vistos naquela década, devido às produções precárias. Infelizmente a formação já não é a mesma, sobrando apenas Sy Keeler (vocal), Nige Rockett (guitarra) e Steve Grice (bateria), mas que somados ao sangue novo e a empolgação de Andy Rosser-Davies (guitarra) e Jeff Williams (baixo), fazem de "Sounds of Violence" um autêntico achado em meio a tantos lançamentos.

É notório que a banda sofre algumas influências ligadas ao Hardcore, tanto que quando iniciaram suas atividades, eram basicamente Punk/HC. Hoje, tais referências são encontradas aqui e acolá, mas sobressaem-se no pique agressivo e veloz, a exemplo de pedradas como "Born of War" e "Suicideology". Agora, para entender um pouco mais de onde vem tanta violência, nada melhor do que gravar um cover para um clássico... "Bomber"! Sim, os caras tiveram a manha de coverizar este petardo do Motörhead e ainda convidar Tom "Angelripper" do Sodom para fazer os vocais, e Phil Campbell, do Motörhead, para gravar as guitarras. Nem preciso dizer o quanto ela ficou destruidora... Confira ainda a rápida "Rest in Pieces" e a grandiosa faixa-título, um arregaço!

Indicado aos fãs de um bom Thrash Metal, feito por bandas que já são verdadeiras instituições, mas que continuam a proporcionar momentos de grande regozijo seja na frente do aparelho de som, ou em algum show por aí.

Contatos & Links
http://www.onslaughtfromhell.com

Titulo: "Sounds of Violence"
Formato: CD/LP
Local: Inglaterra
Estilo: Thrash Metal
Gravadora/Selo: AFM Records
Ano de Lançamento: 2011

Tracklist
1. Into the Abyss (Intro) (01:01)
2. Born for War (05:55)
3. The Sound of Violence (04:04)
4. Code Black (06:22)
5. Rest in Pieces (04:43)
6. Godhead (04:50)
7. Hatebox (04:52)
8. Antiheist (06:32)
9. Suicideology (05:13)
10. End of the Storm (Outro) (01:31)
11. Bomber (Motörhead cover) (02:50)

Tempo total: 47:53

Formação:
Sy Keeler - Vocal
Nige Rockett - Guitarra
Andy Rosser-Davies - Guitarra
Jeff Williams - Baixo
Steve Grice - Bateria


Outras resenhas de Sounds of Violence - Onslaught

Onslaught: Tudo para agradar qualquer fã de Thrash Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Onslaught"


Steve Grimmett: quase cantei no Maiden, Priest e Sabbath!Steve Grimmett
"quase cantei no Maiden, Priest e Sabbath!"

Jamie Slays: 8 riffs que provam que 1986 foi o melhor ano do MetalJamie Slays
8 riffs que provam que 1986 foi o melhor ano do Metal


Metal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempoMetal
101 motivos para perceber que você ouve há muito tempo

Bruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidosBruce Dickinson
Vocalista elege seus 5 álbuns preferidos


Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336