Martíria: Heavy/Thrash muito bem executado

Resenha - Portal do Inferno - Martíria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leo Gomes, Fonte: Maquina Profana Fest
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


É um privilégio para mim comentar o trabalho da banda Martíria, uma banda que vem buscando seu espaço na cena underground e que acaba de lançar sua demo com seis faixas bem trabalhadas com seu Heavy/Thrash muito bem executado. O quinteto da Zona Leste de São Paulo, canta suas letras em Português.

Jim Carrey: batendo cabeça ao som de Cannibal CorpseCannibal Corpse: o pescoço gigante de George Fisher

Vamos às músicas:

1- Intro: Essa faixa nos mostra o quanto a banda é competente e o que eles vão nos proporcionar com seu som, pois são bem criativos.

2- Holocausto Nuclear: Essa música é muito interessante, pois ela começa com um grito agudo bem sacado da Juliana Reis (vocal) e com um instrumental muito bem elaborado, com os guitarristas Rafael e Leandro, bem técnicos com seus riffs e solos bem executados.

3- Execução: Mais uma música bastante interessante com os dois guitarristas fazendo uns riffs bem instigantes e a voz da Juliana mandando ver em sua função, muito boas as linhas do contrabaixo correndo soltas, nota por nota, muito bom, uma das minhas preferidas na Demo.

4- Destruição Metal: Outra música fantástica com um bom entrosamento entre os músicos, sem sombra de duvida a música é bem interessante, com letra forte e agressiva, com uma bateria que não nos deixa respirar com todo entusiasmo que a banda toda nos proporciona. Perfeita essa faixa, outra que está na lista das minhas preferidas.

5- Portal do Inferno: Ótima faixa, sendo a faixa que dá título à Demo, pois a mesma é muito boa, pela técnica que os músicos nos proporciona, cada um em sua determinada função, são sem duvida uma banda com muito talento para oferecer aos seus seguidores, que vão a cada show da banda ou até mesmo daquele que não sai, que prefere ouvir em casa mesmo, pois não estará perdendo tempo pelo contrário estão ouvindo uma banda de alta qualidade.

6- Não Vou Mais Falar (Azul Limão): Um cover genial, de um dos ícones do Heavy Metal carioca dos anos oitenta, este cover ficou muito bom, a banda em si está de parabéns pela Demo na qual nos brindaram com excelentes músicas.

Martíria - Portal do Inferno (Demo)
Ano: 2012 - Independente

Track-list:
1- Intro
2- Holocausto
3- Execução
4- Destruição Metal
5- Portal do Inferno
6- Não Vou Mais Falar (Azul Limão cover)

Line-up:
Juliana Reis - Vocal
Rafael Lipari - Guitarra
Leandro Fernandes - Guitarra
Roger Vieira - Baixo
João Paulo - Bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Martiria"


Jim Carrey: batendo cabeça ao som de Cannibal CorpseJim Carrey
Batendo cabeça ao som de Cannibal Corpse

Cannibal Corpse: o pescoço gigante de George FisherCannibal Corpse
O pescoço gigante de George Fisher


Sobre Leo Gomes

Nascido na Capital de São Paulo, no mesmo ano em que sua banda favorita lançou o álbum "Painkiller" (Judas Priest), iniciou no Rock por volta dos 14/15 anos, quando um amigo de escola lhe emprestou alguns CD's, desde então, a música se tornou o seu maior vício. Além de Judas Priest, tem como bandas favoritas: Queen, Manowar e, é também, apaixonado por Secos & Molhados e admira muito a banda Engenheiros do Hawaii.

Mais matérias de Leo Gomes no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336