Mutantes: Disco reinventou o conceito de rock no país.

Resenha - Mutantes E Seus Cometas No País Dos Baurets - Mutantes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lucas Troglio
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Existem bandas que ficam na história da música, seja pela grande qualidade, ou pela revolução e influência que causaram. Podemos citar Beatles, Ramones, Black Sabbath, Sex Pistols, entre outras. No Brasil, em 1966 OS MUTANTES entravam em cena.

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasJoey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R

Com um visual diferente e um pouco teatral o grupo tinha forte influência do Tropicalismo e o Rock And Roll. Foram inovadores no uso da distorção no Brasil, e um dos grupos de mais sucesso no exterior.


"Os Mutantes E Seus Cometas No País Dos Baurets" lançado em 1972, foi um dos primeiros discos brasileiros produzidos em um estúdio de 16 canais, eles aproveitaram bem a vantagem. Com forte influência do progressivo, o disco reinventou o conceito de rock no país. Com pesadas linhas de baixo, vocais em coral e guitarras estonteantes, o álbum é de qualidade surpreendente.

A palavra "bauret" é uma citação à TIM MAIA, que usava essa gíria para designar seus cigarros de maconha. Talvez uma das inspirações para a sonoridade deste disco, que ora progressivo, ora psicodélico faz o ouvinte viajar no universo da cena musical brasileira em 1970.

Este disco é o último com RITA LEE, que deixou o grupo alegando diferenças musicais com o grupo. Vale lembrar que Rita era casada com ARNALDO BAPTISTA, os quais se divorciaram após o lançamento do disco de 1972, um possível motivo para o desligamento.

O grupo contava com uma série de músicos muito importantes para nossa música, como por exemplo Liminha, que viria a ser um dos maiores produtores do Brasil, que produziu inclusive o clássico dos TITAS, "Cabeça Dinossauro". ARNALDO BAPTISTA, que lançou discos solos geniais como por exemplo "Lóki?". SÉRGIO DIAS que ainda dá continuidade ao grupo. E não esquecendo da rainha do rock nacional, RITA LEE.


"Posso Perder Minha Mulher, Minha Mãe, Desde Que Eu Tenha Meu Rock And Roll", é típica dos clássicos do rock, um ritmo dançante e arranjo vibrante. "Vida De Cachorro" é uma balada muito bela e bem composta. "Dune Duggy" é sensacional, uma linha de baixo genial cheia de swing. "Cantor de Mambo" é a mais psicodélica do álbum, com efeitos de percussão que dão uma pitada latina na música. "Todo Mundo Pastou" é bem no estilo CHUCK BERRY, mas claro que com muita originalidade.

"Balada Do Louco" é linda, com uma letra que lhe faz pensar, ouça com o coração. "A Hora E A Vez Do Cabelo Nascer" possui uma linha de baixo com distorção na medida certa, uma das minhas favoritas. "Rua Augusta" lembra um pouco JERRY LEE LEWIS passando por CARLOS SANTANA, acha difícil? Escute e verás. "Os Mutantes E Seus Cometas No País Dos Baurets" é cheia de efeitos alucinantes, muito boa mesmo. "Todo Mundo Pastou II", fecha o disco deixando-o bem característico, psicodélico, louco, e grandioso.

Um Disco com influências que vão de EMERSON, LAKE & PALMER à CREAM que você não pode deixar de conferir. Venha por meio deste, conhecer o fabuloso mundo mutante.

Faixas:

1- Posso Perder Minha Mulher, Minha Mãe, Desde Que Eu Tenha Meu Rock And Roll
2- Vida De Cachorro
3- Dune Duggy
4- Cantor de Mambo
5- Todo Mundo Pastou
6- Balada Do Louco
7- A Hora E A Vez Do Cabelo Nascer
8- Rua Augusta
9- Os Mutantes E Seus Cometas No País Dos Baurets
10- Todo Mundo Pastou II




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Mutantes"


Rita Lee: eu fui expulsa dos MutantesRita Lee
"eu fui expulsa dos Mutantes"

1968: 35 discos de rock lançados há meio século1968
35 discos de rock lançados há meio século


Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas

Joey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'RJoey Ramone
Em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R


Sobre Lucas Troglio

Estudante de Caxias Do Sul (RS), apaixonado por música desde sempre. Aprecia Blues, Rock Progressivo, Hard Rock, Rock Psicodélico, Punk Rock, Funk (verdadeiro), Jazz e outras fontes de música boa. Incrivelmente eclético, crítico e teimoso, defende a música nacional boa e o rock com qualidade artística.

Mais matérias de Lucas Troglio no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336