Sarah Jezebel Deva: EP com Dani Filth e Björn "Speed" Strid

Resenha - Malediction - Sarah Jezebel Deva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Em menos de 1 ano após o lançamento de seu segundo trabalho, "The Corruption Of Mercy", Sarah Jezebel Deva solta este EP (disponível apenas virtualmente) que possui 3 composições de altíssimo nível e mostra que a cantora não desperdiça tempo e muito menos seu talento. Isso sem falar que em duas delas dois monstros da cena Metal mundial participam, ou seja, nada mais nada menos que seu eterno mestre Dani Filth (Cradle Of Filth) e Björn ‘Speed’ Strid (Soilwork).

"Malediction" mostra uma dose extra de peso em relação aos álbuns anteriores e isso parece independente da participação dos convidados, já que Sarah se diz fã convicta de Metal extremo, principalmente Black Metal. O que chama realmente atenção são as ótimas melodias e arranjos que contrastam com um ar denso e até melancólico do álbum.

publicidade

This Is My Curse, onde a cantora faz dueto com Dani, possui traços que vão desde o Gothic até o Black Metal e irá agradar tanto fãs da cantora quanto de Cradle Of Filth, já que a junção de elementos vindos das duas bandas são nítidas e muito bem equilibradas. Lies Define Us é belíssima e com ótimos arranjos de teclados e uma levada muito interessante, a faixa supera a primeira devido à emocionante interpretação de Sarah e Björn, magnífica.

publicidade

Por último temos a faixa When ‘It’ Catches Up To You que se mostra uma bela composição, mas que possui uma produção no mínimo estranha. O resultado final é muito bom e se a cantora britânica continuar a trilhar este caminho irá alçar vôos ainda mais altos.

http://www.sarahjezebeldeva.co.uk/

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Bateristas: os trinta mais ricos do mundoBateristas
Os trinta mais ricos do mundo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin