Kreator: Um belo disco desta banda clássica da cena metal

Resenha - Phantom Antichrist - Kreator

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Paulo Linhares Gonçalves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Vamos falar sobre o mais recente lançamento do Kreator, ícone germânico do thrash metal. O novo petardo se chama "Phantom Antichrist", e já está disponível para venda - lá fora. Aqui no Brasil, quem quiser pode comprar a versão digital no iTunes.
2415 acessosMetal Hammer: os melhores discos de metal do ano até agora5000 acessosBin Laden: possível sucessor era músico de Death Metal

A formação da banda, estável desde 2001, é a mesma que vem lançando diversos discos de qualidade desde o triunfante "Violent Revolution", que trouxe o Kreator de volta ao bom e velho peso de respeito, sem as experimentações de alguns álbuns anteriores. Desde então, foram mais dois álbuns ("Enemy Of God" e "Hordes Of Chaos") e agora este terceiro, confirmando a boa forma da banda, que tem excursionado bastante (eles estiveram presentes em um festival no Chile recentemente). O disco foi gravado em um estúdio na Suécia (Fascination Street Studios). Em um dos trailers liberados pela gravadora Nuclear Blast, o vocalista e guitarrista Mille Petrozza fala que a escolha foi para não haver outras distrações e a banda se concentrar exclusivamente no processo de gravação do álbum.

O disco começa com a instrumental "Mars Mantra", apenas um pequeno prelúdio para a intensidade da faixa-título, provavelmente a melhor canção do disco, seguindo bem este novo estilo que o Kreator vem seguindo, um thrash mais cadenciado, com muitos elementos de heavy clássico. "Death To The World" segue em alta rotação, pesada e até mais rápida que a anterior, só que com uma quebra no meio da canção, aquele trecho marca compasso pra banda respirar e entrar em mais velocidade e solos supersônicos. Mais uma quebra na música, com guitarras dobradas e mais velocidade. Outra bela canção.

"From Flood Into Fire" começa com belo riff, dobrado pelos dois guitarristas, até cair em uma cadência de peso mais ritmada. O refrão é bem melodioso e a música talvez seja a mais suave do disco. OK, na hora do solo o bicho pega e a banda acelera. Mas depois voltamos a uma maior suavidade até com um pequeno trecho dedilhado. Diversos solos, diversas quebradas, uma música bem complexa. Talvez a canção mais atípica - você não espera tanta melodia do Kreator. "Civilization Collapse" começa com uma seção rítmica de Ventor, e depois de alguns versos de Petrozza, a banda desce o braço pra valer, na música mais rápida do disco, um petardo de primeira. Essa sim, é o que você espera do Kreator!

"United In Hate" começa com um trecho acústico bonito, bem feito, e feliz e rapidamente, as guitarras assumem e nos trazem riffs potentes em mais uma canção bem thrash. "The Few, The Proud, The Broken" é mais uma no estilo thrash cadenciado, bem pesada, e os elementos de heavy clássico bem presentes. Tem sido uma constante no disco até aqui, muitas quebras, mudanças de tempo, músicas bem trabalhadas, sem simplicidade nenhuma. "Your Heaven, My Hell" nos traz um Kreator altamente influenciado por Iron Maiden, todos aqueles elementos acústicos e progressivos que o Maiden tem mostrado recentemente. Claro que a canção traz o peso característico do Kreator, mas as influências do Maiden estão bem presentes. "Victory Will Come" mantém a pegada do álbum, num thrash cadenciado de primeira. Já "Until Our Paths Cross Again" nos traz uma canção mais épica, menos thrash e seguindo um caminho do heavy metal mais tradicional (como falei anteriormente, as influências de Maiden presentes).

O disco está muito bem trabalhado e a competência dos músicos está muito alta. Claro que a banda acaba perdendo pra ela mesma em comparação com discos do passado, como o excelente "Violent Revolution", que me parece alguns degraus acima, apesar do estilo dos álbuns serem próximos. Mesmo assim, temos um belo disco desta banda clássica da cena metal mundial. Uma prova que esta banda ainda tem muito a nos mostrar, ainda tem sua força e tem demonstrado esta força nos seus últimos lançamentos. Que o Kreator traga sua turnê mundial ao Brasil!!

Relação das músicas do disco:
1 - "Mars Mantra"
2 - "Phantom Antichrist"
3 - "Death To The World"
4 - "From Flood Into Fire"
5 - "Civilization Collapse"
6 - "United In Hate"
7 - "The Few, The Proud, The Broken"
8 - "Your Heaven, My Hell"
9 - "Victory Will Come"
10 - "Until Our Paths Cross Again"

A banda:
Mille Petrozza - guitarras, vocais
Sami Yli-Sarniö - guitarras
Christian Giesler - baixo
Jürgen Reil (Ventor) - bateria

Alguns vídeos de músicas do álbum:

Vídeo para a faixa-título:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Primeiro trailer do álbum liberado pela gravadora Nuclear Bast (os membros da banda falam sobre o disco):

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Segundo trailer do álbum liberado pela gravadora Nuclear Bast (fala sobre a arte da capa do disco, que realmente está muito boa):

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Confira esta e outras resenhas no blog Ripando a História do Rock:
http://ripandohistoriarock.blogspot.com.br/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Phantom Antichrist - Kreator

3616 acessosKreator: uma banda ainda muito relevante e criativa.4169 acessosKreator: banda já está em outro patamar há tempos2245 acessosKreator: Unindo diversos elementos da carreira em disco1749 acessosKreator: Sempre espere algo de qualidade vindo deles2632 acessosKreator: Uma aula de Thrash Metal moderno e vigoroso

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 15 de junho de 2012

Metal HammerMetal Hammer
Revista elege os melhores discos de metal do ano até agora

962 acessosKreator: banda lança vídeo para "Pleasure to Kill"830 acessosKreator: "Extreme Aggression" em CD duplo remasterizado0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kreator"

19861986
O ano definitivo da música pesada

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores discos lançados depois do ano 2000

Thrash MetalThrash Metal
As 10 melhores baladas de bandas do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kreator"

Bin LadenBin Laden
Possível sucessor era músico de Death Metal

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

VinilVinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

5000 acessosMomentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outros5000 acessosMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais5000 acessosAbout.com: site elege os 5 melhores álbuns do Slayer5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson cita Donald Trump durante show em New York4274 acessosSepultura: versão de "Johnny B. Goode" no Música Boa ao Vivo5000 acessosKorn: vocalista diz que Sepultura os copiou em Roots

Sobre João Paulo Linhares Gonçalves

Roqueiro convicto, de carteirinha, desde os treze anos de idade. Já tive diversas bandas preferidas: de Iron Maiden, Metallica e Black Sabbath a The Who, Pink Floyd e Rolling Stones. O heavy metal sempre me atraiu muito, mas o rock praticado nos anos 60 e 70 é fascinante e estou sempre escutando. De vez em quando, dou chance ao punk, rock alternativo, blues, até ao jazz e MPB, pra variar.

Mais matérias de João Paulo Linhares Gonçalves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online