Eluveitie: Um degrau acima no cenário do Folk Metal

Resenha - Helvetios - Eluveitie

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Antonio Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Misturar elementos da cultura celta, com melodias folk e um pouco de Death Metal não é fácil. Mas parece que a cada trabalho esta missão se descomplica para os suíços do Eluveitie. Depois do aclamado "Everything Remains (As It Never Was)", a banda consegui já engatar um novo trabalho, "Helvetios", álbum conceitual que fala da guerra gaulesa.
46 acessosIrij: lançado segundo videoclipe do álbum "Cultura Cura"5000 acessosNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?

Gravado no Newsound Studios em Pfäffikon e no Soundfarm Studios, em Lucerna, âmbos na Suíça, o álbum contou com participação de Alexander "Sandy" Morton nas partes faladas do álbum, logo ouvido na introdução (também sendo destaque na agressiva faixa "The Uprising"). A faixa título já demonstra uma orquestração diferenciada, incluindo ainda o uso dos já tradicionais instrumentos que a banda adota em seus álbuns. Um refrão forte, trabalho intenso de bateria e Anna Murphy fazendo bons backing vocals.

"Luxtos" é de agradável audição, com certeza uma das melhores do álbum, possui uma atmosfera folk que consegue cativar quem ouve. Toda a sintonia entre os membros da banda sem dúvida contribuiu para grandes arranjos, que chegam a surpreender, tamanha a variação entre eles. "Santonian Shores" é mais cadenciada, logo emendada com "Scorched Earth", que reúne mais uma bela parte falada que unida às melodias folk preparam terreno para a poderosa "Meet The Enemy". A faixa é agressiva, e me surpreendeu ainda mais quando pude conferir Anna soltando um gutural, que mostra que a moça não é brincadeira não!

"Neverland" chega a lembrar algumas melodias de álbuns anteriores, mas não deixa de ser empolgante e bem estruturada. "A Rose For Epona" é talvez a mais bela faixa do álbum, falando sobre tempo em que a guerra gaulesa eclodiu, seria meio que a "Slania's Song" deste álbum.

E se você achava que não poderia haver algo com o mesmo espírito de "Tegernakô" (presente no álbum de estréia da banda, "Spirit"), certamente mudará de conceito ao ouvir "Havoc". A canção é uma das melhores composições da banda em "Helvetios": Merlin Sutter capricha na batera, com velocidade e técnica, agregando-se ainda bons riffs, como também belos arranjos de violino e partes cadenciadas, tornando a experiência de quem ouve ótima e nos transportando a um clima celta incrível. Tommy Vetterli (Coroner, Kreator) sem dúvida conduziu muito bem as gravações, talvez tenha influenciado esta veia mais "pesada" de "Helvetios".

E quando pensei que não poderia surgir algo mais diferenciado nos vocais, ouço "The Siege". Anna e Chrigel fazem um dueto incrível, e a primeira não usa os tradicionais vocais "limpos" de sempre, e sim guturais que complementam esta sapatada na orelha! Ao ouvir o álbum completo, juraria que essa faixa não entraria nos sets ao vivo da banda, mas quem acompanhou os primeiros shows da tour do álbum (e claro, a tour brasileira), pode presenciar o nível de competência na execução da coisa.

Mais um destaque cabe para a faixa "Alesia", que volta a apresentar Anna Murphy em vocais limpos e com guitarras bem entrosadas. Nota-se até umas pitadas de Thrash Metal, prova de que o Eluveitie não se prende a algo específico em sua música, o octeto suíço demonstra que sempre pode trazer algo novo em seus trabalhos.

Eu diria que "Helvetios" é o trabalho mais "metal" da carreira da banda, um lançamento primoroso "de raiz", como só o Eluveitie conseguiria produzir. Alternando entre faixas matadoras e melodias mais tranquilas (se é que podemos usar esta palavra neste contexto), o resultado final foi uma obra conceitual que eleva a banda um degrau acima no cenário do Folk Metal mundial.

Faixas de "Helvetios":

01. Prologue
02. Helvetios
03. Luxtos
04. Home
05. Santonian Shores
06. Scorched Earth
07. Meet The Enemy
08. Neverland
09. A Rose For Epona
10. Havoc
11. The Uprising
12. Hope
13. The Siege
14. Alesia
15. Tullianum
16. Uxellodunon
17. Epilogue

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Helvetios - Eluveitie

2099 acessosEluveitie: Disco que amantes do Folk Metal apreciarão

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Rock e MetalRock e Metal
7 bandas/artistas que você pronuncia o nome errado

46 acessosIrij: lançado segundo videoclipe do álbum "Cultura Cura"94 acessosCellar Darling: confira videoclipe da faixa "Avalanche"283 acessosEluveitie: veja a capa do "Evocation II - Pantheon"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Eluveitie"

Rock e MetalRock e Metal
7 bandas/artistas que você pronuncia o nome errado

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Eluveitie"

Quem é ele?Quem é ele?
A história do bebê imortalizado na capa de Nevermind

CamisetasCamisetas
Beldades globais e sua paixão pelo rock

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose responde sobre Chinese, Brian May, reunião, e mais

5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários5000 acessosRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais5000 acessosCover: 15 bandas que são quase tão boas quanto o original5000 acessosU2: banda manda caixa de cerveja Guinness pro alcoólatra Slash5000 acessosGuns N' Roses: leia a carta em que Axl rejeita a nomeação5000 acessosAlice In Chains: 10 coisas que você (com certeza) não sabia sobre Layne Staley

Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online