Immortal: Todos cairão. Que título forte, não?

Resenha - All Shall Fall - Immortal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Todos cairão. Que título forte para um álbum, não é? Só que, quando se trata de Immortal, é porque certamente cairão os queixos, tamanha a admiração por esses ícones do Black Metal mundial, que soltaram esse play após o tão aguardado retorno às atividades.
1868 acessosAmon Amarth: show quase não acontece, mas é um sucesso5000 acessosManowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Como era de se esperar, os noruegueses mantiveram não só a qualidade excepcional de seus trabalhos anteriores, mas também sua beleza. São sete canções muito profundas, envolventes e cheias de criatividade, sem abandonar o estilo musical que os consagrou.

A realidade é que a banda evoluiu (seria “evolução” a palavra aqui?) bastante desde o início da carreira, mas especificamente neste trabalho, mantiveram todas as boas características de sua história, sem seguir além. Portanto, não estão em um novo patamar, NESSE SENTIDO, que fique claro. E é aí que reside a magia da Immortal: foram competentes com o “básico”. É isso que talvez tenha desagradado um pouco os fãs dos álbuns mais recentes, ou os mais antigos, que esperavam algo mais inovador, seguindo uma suposta tendência evolutiva dos músicos.

Mas é isso aí: não estão mais sofisticados, nem nada. Aliás, é possível falar em regressão. As músicas estão mais diretas do que em “Sons of Northern Darkness” ou “Damned in Black”, por exemplo. A própria faixa de abertura, que leva o nome do álbum, assim como a seguinte – “The Rise of Darkness” - têm passagens de guitarra que remetem a trabalhos antigos, como os clássicos “Battles in the North” e “Pure Holocaust”, de forma impressionante!

Músicas rápidas existem aqui, basta conferir a supracitada faixa-título (clipe aí embaixo) ou “Hordes To War”, mas são uma minoria no CD. Já as guitarras se rebelam e relembram a melhor época do grupo. Isso é ruim? DE MANEIRA ALGUMA!! É exatamente o oposto! Os caras capricharam nesse material, trazendo as ótimas referências de seu passado. O resultado não poderia ser outro, que não fosse primoroso.

E em termos de produção, não há o que dizer. Peter Tägtgren (Hypocrisy, na qual o baterista Horgh também massacra os tambores) está por traz da devastação, o que garantiu um trabalho cristalino e pesado ao mesmo tempo.

Resumo da ópera: “All Shall Fall” agradará fãs do verdadeiro e querido Black Metal único executado pelo trio, além de ser um dos discos do conjunto que merece respeito. Aproveitem, que existe versão nacional, lançada pela Laser Company (www.lasercompanymusicstore.com.br).

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Immortal – All Shall Fall
Laser Company – 2009 – Noruega

http://www.myspace.com/immortalofficial

1. All Shall Fall 05:58
2. The Rise of Darkness 05:47
3. Hordes to War 04:32
4. Norden On Fire 06:15
5. Arctic Swarm 04:01
6. Mount North 05:07
7. Unearthly Kingdom 08:30
Total 40:10

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de All Shall Fall - Immortal

1834 acessosImmortal: talvez o álbum extremo mais aguardado de 20092642 acessosImmortal: o auge da banda já houve e não irão superar-se

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Amon AmarthAmon Amarth
Show quase não acontece, mas é um sucesso

824 acessosAbbath: confirmado meet and greet gratuito com fãs em SP0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Immortal"

FinlândiaFinlândia
Comercial de pastilhas para garganta com "banda de black metal"

AbbathAbbath
Mais uma sessão de fotos impagáveis, agora na Austrália

O Diabo É O Pai Do RockO Diabo É O Pai Do Rock
A associação do gênero com o tinhoso

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Immortal"

ManowarManowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Cazuza e Lauro Corona

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

5000 acessosHeadbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humorado5000 acessosSlipknot: 12 histórias que retratam o quão insana a banda é5000 acessosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo5000 acessosGuns N' Roses: Como Slash explica a separação em sua biografia?5000 acessosO Rock Morreu: mas a boa notícia é que ele está embalsamado3818 acessosÁlbuns Homônimos: algumas pérolas que levam o mesmo nome da banda

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online