Iron Savior: O power melódico repleto de clichês de sempre

Resenha - Landing - Iron Savior

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

7


O IRON SAVIOR iniciou sua carreira em meados dos anos 90 como um projeto de Kai Hansen (Gamma Ray), Thomen Stauch (ex-Blind Guardian) e do músico e produtor Piet Sielck e, com o passar do tempo, acabou se tornando a banda principal deste último, inclusive com a saída de seus antigos companheiros. E agora chegam a seu novo lançamento, e mais uma vez sem inovar em nada em seu som.

E desde o começo o grupo sempre investiu no power metal melódico repleto de clichês, e desta vez não é diferente, com guitarras variando entre o melódico e o agressivo, bateria a velocidade da luz (na grande maioria das músicas), refrões grandiosos e o vocal característico de Piet, que sempre foram a "cereja do bolo" no som da banda. Mas o grande problema do disco é que, mais uma vez, a banda se manteve fiel a uma fórmula que vem seguindo em todos os seus lançamentos, deixando de ousar e buscar novas alternativas para fugir da mesmice, o que torna a audição do álbum um tanto quanto desinteressante.

publicidade

Sim, é de se admirar que a banda, mesmo diante de diversos modismos e da grande saturação do power melódico sempre se manteve fiel ao som que a consagrou, mas é que tudo aqui é apenas "mais do mesmo", ficando difícil agradar aqueles que já estão cansados do estilo.

Além disso, contribui para essa saturação o fato de que Piet sempre utiliza as mesmas timbragens nos instrumentos em suas produções, e apesar da qualidade final, cansa ao longo do tempo. Ou seja, você já sabe exatamente o que ira ouvir, e do jeito que irá ouvir. Mas que fique claro: não estamos diante de um disco ruim, mas sim de um trabalho acima da média, mas que é apenas indicado para os fãs do estilo, e que com certeza não trará novos admiradores para o IRON SAVIOR.

publicidade

Em relação às músicas propriamente ditas, todas seguem essa linha já mencionada, com canções que variam entre momentos mais rápidos e outros mais cadenciados, destacando-se a melódica "The Savior", que tem um belo refrão, e tem tudo para se tornar um clássico da banda; "Heavy Metal Never Dies", mais cadenciada e com belos riffs e um refrão matador, e com alguma influência de hard rock, embora o nome seja o mais true possível; e "Hall of the Heroes", que foge um pouco dos padrões da banda já mencionados anteriormente. E o destaque negativo fica para a dispensável balada "Before the Pain", que tenta ser épica e sentimental, sem lograr êxito.

publicidade

No geral, trata-se de um disco bom, mas que não inova em nada o que a banda tem feito ao longo de seus vários anos de carreira, e possivelmente não lhe trará novos frutos além dos já conquistados. Portanto, se você é fã, pode conferir. Agora, se não curte a banda e o estilo em questão, passe longe, bem longe...

The Landing – Iron Savior
(2011 – AFM Records – Importado)

publicidade

01. Descending
02. The Savior
03. Starlight
04. March Of Doom
05. Heavy Metal Never Dies
06. Moment In Time
07. Hall Of The Heroes
08. R. U. Ready
09. Faster Than All
10. Before The Pain
11. No Guts No Glory




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Melódico: os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1Metal Melódico
Os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da AlemanhaKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha


Music Radar: Os maiores frontmen de todos os temposMusic Radar
Os maiores frontmen de todos os tempos

Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin