Rise To Remain: Metalcore veloz, melódico, de sangue jovem

Resenha - City Of Vultures - Rise To Remain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

7


Ainda que muitos insistam em dizer que o Rise To Remain seja ‘a banda capitaneada pelo filho de Bruce Dickinson, do Iron Maiden’, a situação é diferente do que muitos podem imaginar ou julgar. Primeiramente, as coisas não aconteceram rapidamente para este pessoal, que já vem ralando há alguns anos pelo underground inglês. E segundo, o Rise To Remain parece querer subir na vida por seus próprios méritos, e não pelo fato de ter como vocalista o tal Dickinson Jr, o que já conta muitos pontos por aqui, certo?

Assim, após liberarem o EP "Bridges Will Burn" em 2010, a gravadora EMI resolveu apostar no Rise To Remain para sua estreia com "City Of Vultures", disco que inclusive também está aportando no mercado brasileiro. O estilo é o Metalcore, veloz, melódico, de sangue jovem e também genérico – o que está longe de significar necessariamente ruim, que fique claro. É apenas fruto da influência direta do meio em que vivem.

publicidade

Ainda que as influências de Bullet For My Valentine ou os primeiros trabalhos do Trivium estejam flagrantemente presentes, é indiscutível que cada um dos músicos segure muito bem as pontas em execuções precisas, tendo como ponto alto o trabalho das guitarras, com Will Homer e Ben Tovey tornando tudo bastante movimentado em termos de Metalcore. Já Austin Dickinson também se sai bem ao seguir o padrão do estilo, alternando suas linhas entre as muito melódicas com outras bem agressivas, e o pai pode se orgulhar do garoto.

publicidade

Ainda que longe de surpreender, "City Of Vultures" é um bom começo e possui ótimas canções como "The Serpent", "God Can Bleed" e "Power Through Fear". Os músicos são jovens, possuem talento e estão em uma posição onde poderão encontrar gradualmente sua própria identidade com mais facilidade do que muitas outras bandas por aí. Por ora, o que torna este disco válido é o fato de os pontos baixos não chegarem perto o suficiente para estragar os altos, então merece uma conferida!

publicidade

Contato:
http://www.risetoremain.com
http://www.myspace.com/risetoremain

Formação:
Austin Dickinson - voz
Will Homer - guitarra
Ben Tovey - guitarra
Joe Copcutt - baixo
Pat Lundy - bateria

Rise To Remain - City Of Vultures
(2011 / EMI – nacional)

publicidade

01. Intro
02. The Serpent
03. This Day Is Mine
04. City of Vultures
05. Talking in Whispers
06. God Can Bleed
07. Power Through Fear
08. Nothing Left
09. We Will Last Forever
10. Illusions
11. Roads
12. Bridges Will Burn




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Austin Dickinson: ouça filho de Bruce em cover do MetallicaAustin Dickinson
Ouça filho de Bruce em cover do Metallica


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1990Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1990

Fotos de Infância: Lemmy Kilmister, do MotorheadFotos de Infância
Lemmy Kilmister, do Motorhead


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin