Hellsakura: Misturando Punk Rock com Heavy Metal

Resenha - Blood to Water - Hellsakura

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O power trio paulistano HELLSAKURA, o qual já possui no mercado um Split com a banda japonesa Kamisori e um EP, lançados em 2008 e 2009, respectivamente, apresenta agora em 2011 seu primeiro álbum intitulado Blood to Water. Gravado e mixado no Mr. Som Studio e contando com ótima produção gráfica, inclusive sendo apresentado em formato digipack, o álbum pode ser classificado como inusitado e interessante.
5000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"5000 acessosO Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?

No primeiro momento, ao analisarmos a capa e principalmente o logo da banda, imaginamos se tratar de um grupo que pratica um Death Metal furioso. Engano imenso. O som do HELLSAKURA é uma mistura de Punk Rock com Heavy Metal, repleta de riffs pesados, solos de guitarra empolgantes, baixo se fazendo bastante presente e uma bateria que não é extremamente rápida, mas possante. E o que dizer do vocal? Uma surpresa, por sinal, agradável demais. A guitarrista e vocalista Cherry possui um timbre mais agudo e transmite a energia e o furor que esta mistura de gêneros musicais exige. Tudo isso reunido resulta em um trabalho de estreia cheio de qualidade e que empolga o ouvinte.

Impossível ficar inerte ao peso e velocidade de “Crown of Fire” e a interessantíssima “Quem é você”, que além de ser cantada em português, tem uma levada totalmente Punk e ainda um solo que faz a guitarra literalmente chorar. A menor faixa do álbum, a deliciosa “I Wanna Rock” é outro destaque, bem como a potente “My Motorhead” que, como o próprio título entrega, traz toda a influência da banda de Lemmy.

O álbum também traz alguns convidados: Serpenth, baixista do Belphegor, tocando guitarra em “Distorted Mirror”; Donida, guitarrista do Matanza, em “Very Dark Sunday”; e Mayra, da banda de Punk Rock The Biggs, em “Orgasmabomb”. Enfim, Blood to Water é um trabalho muito bem feito, consistente e bastante agradável, que faz com que o HELLSAKURA seja uma banda que, de forma alguma, passe despercebida entre os amantes da boa música pesada.

Banda: Hellsakura
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Blood to Water
Ano: 2011
Estilo: Punk / Metal
Gravadora: Tumba Records

Line-up:
Cherry – Guitarra/Vocal
Pitchu – Bateria
Napalmer – Baixo

Faixas:
1. Distorted Mirror
2. Crown of Fire
3. Bombs Away
4. Quem é Você
5. Leave my Skull
6. Very Dark Sunday
7. Hate
8. I wanna Rock
9. My Motorhead
10. Orgasmabomb

Sites:
http://www.hellsakura.com/
http://www.myspace.com/hellsakura
http://metalmedia.com.br/hellsakura/
http://www.facebook.com/Hellsakura
http://twitter.com/hellsakura

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Blood to Water - Hellsakura

756 acessosHellsakura: Longe dos modismos que infestam o underground

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Hellsakura"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Hellsakura"

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Iron MaidenIron Maiden
O histórico (e atrapalhado) show no 1º Rock in Rio

5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas5000 acessosAngra: A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída5000 acessosReligião: pastor americano acusa Pantera, Sabbath e Priest de satanismo4020 acessosMetal Nacional: as 10 melhores músicas de 20155000 acessosSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online