Resenha - Our Ashes Built Mountains - Beyond Terror Beyond Grace

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Como diz Galvão Bueno, "prepare o seu coração". Para quem ainda não conhece, é bom estar pronto para a Beyond Terror Beyond Grace, uma banda de grind insana e com músicos excepcionais. Caos vindo do outro lado do mundo, a quente Austrália.

Cantadas Headbanger: "Estou Priest a te dar um beijo!"Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Eles não fogem do óbvio, é verdade, só que a brutalidade de "Our Ashes Built Mountains" nos avisa que nem precisa querer inovar para fazer música boa. Aliás, são 20 delas, fechando quase 40 minutos de violência auditiva. Uma maravilha.

Quase não existe intervalo entre as faixas, ou seja, você fica impactado pela brutalidade, arremessado para o outro lado da sala até o final do play. Mesmo nas composições mais cadenciadas (que não são poucas - com direito a umas viagens, mas beleza), a destruição é certa.

Não poderia deixar de falar do monstro das 1000 baquetas, Steve Smith. Impressionante é pouco. O que esse cara faz é um crime. Vi poucos esmigalharem a bateria como ele. Acha exagero? Dá uma conferida no vídeo lá embaixo então. Aliás, ele não é somente ultraveloz, mas também extremamente criativo. Tudo sem nunca deixar de ser extremo, é isso o que mais choca. Com pequenas ou grandes variações, o músico definitivamente nasceu pra coisa.

Os vocais de Barton Ware e do também baixista Alex Nicholson também são dos bons. Como brilhava Kevin Sharp no início da Brutal Truth alternando seus berros de maneira genial, Ware e Nicholson também têm um domínio excelente de suas goelas.
Bom, nem preciso falar do peso da guitarra e do baixo. As cordas dão um tom... maciço à banda! Essa é a palavra ideal para descrever a potência do som da BTBG. Inclusive a timbragem remete um pouco ao magnânimo "From Enslavement to Obliteration" (Napalm Death).

E previno que vale a pena correr atrás de toda a discografia do conjunto. Se conseguir, você terá seu próprio kit terremoto dentro de casa. Beyond Terror Beyond Grace: simplesmente desumano.

Beyond Terror Beyond Grace - Our Ashes Built Mountains
Deep Send Records - 2010 - Austrália
http://www.myspace.com/beyondterrorbeyondgrace

Tracklist
1. Mannequins
2. Amnesia
3. Husk
4. Information Scars
5. Tumour
6. Shadowhalo
7. Words
8. Exposure
9. Fugue
10. Flightless
11. Coil
12. Paradigm
13. Hang Them by Their Crowns
14. Answers
15. Control
16. Aesthetics
17. Ashes
18. Pathetic
19. Murakami
20. Bias




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Beyond Terror Beyond Grace"


Cantadas Headbanger: Estou Priest a te dar um beijo!Cantadas Headbanger
"Estou Priest a te dar um beijo!"

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Iron Maiden
Como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Polêmica: as músicas mais controversas da história do RockPolêmica
As músicas mais controversas da história do Rock

Max Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merdaGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?Judas Priest: respeito mútuo com ex-colegas está acabando, diz K.K. DowningTiago Della Vega: o guitarrista mais rápido do mundo?

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.