Cruscifire: Recomendado para os fãs do Metal Extremo

Resenha - Chaos Season - Cruscifire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A banda CRUSCIFIRE, formada pelos irmãos Victor e Caio Angelotti, lança em 2005 sua primeira demo, cujo título é “Sick World”. Dois anos após lançam seu segundo trabalho: “A New Bloody Day”. Trata-se de outra demo. E é somente em 2010 que os meninos finalizam seu primeiro CD, o tão aguardado “Chaos Season”.
5000 acessosSpin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos5000 acessosHeavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiram

Para quem ainda não os conhece, eles praticam um Death Metal que soa bastante brutal e agressivo. E a estreia não poderia ser de melhor resultado. O álbum é uma grande e grata surpresa. Em todos os sentidos. Quem assina a arte da capa é o designer Marcelo Vasco, juntamente com Victor Angelloti. Vasco já trabalhou para grandes nomes do Metal como BORKNAGAR, VADER e OBITUARY e aqui faz uma arte primorosa que é bela ao mesmo tempo que impactante.

A produção e gravação ficaram a cargo dos irmãos Angelotti e já aqui eles demonstram que mandam bem. E o que dizer do principal? O som. Pois bem, “Chaos Season” é uma porrada do início até o fim. Um prato mais do que cheio e que vai deixar os amantes mais fervorosos do estilo com a boca aberta e o queixo totalmente caído. Não há trégua. Ricardo Cari, o baterista deste álbum, é uma máquina demolidora e não deixa a peteca cair em nenhum momento. É veloz e muito preciso. Outro destaque fica a cargo das guitarras: riffs rápidos e solos bem feitos e interessantes. Já o vocal de Victor é extremo, intenso e cavernoso. E tudo isso reunido dá origem a um trabalho que é uma bela referência ao que existe de mais extremo no Death Metal nacional, sem nada dever aos nomes do exterior. E as músicas de maior impacto são: “Chaotic”, com riffs rápidos e solo interessante; “Squeals from Slaughterhouse”, a maior do álbum; “Sons of Disgrace”, que mesmo sendo tão extrema, nos possibilita ouvir a forte marcação do baixo de Victor logo no início, além de contar com riffs vigorosos.

A banda agora está com nova formação. No lugar de Ricardo Cari, entra Victor Nabuco e, para reforçar ainda mais este time, Murillo Romagnoli assume a segunda guitarra. E se com um único guitarrista o som do CRUSCIFIRE já era extremo, imaginamos que agora fique ainda mais intenso e violento. Se tivéssemos que resumir a energia de “Chaos Season” em apenas duas palavras, certamente elas seriam: BRUTALIDADE SONORA. Recomendado e fundamental para os fãs do Metal Extremo.

Faixas:

1. A Letter for my Enemy
2. Chaotic
3. The Chaos Season
4. Squeals from Slaughterhouse
5. A New Bloody Day
6. Smash Your Head
7. Sons of Disgrace
8. Finish Him
9. Valley of Suicidal
10. Untrue Illusion

Banda: Cruscifire
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Chaos Season
Ano: 2010
Estilo: Death Metal
Gravadora: Independente

Line-up:

Victor Angelotti – Vocal, Baixo
Caio Angelotti – Guitarra

Sites:
http://www.myspace.com/cruscifire
http://www.facebook.com/cruscifire

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Chaos Season - Cruscifire

324 acessosCruscifire: Death Metal com algumas pitadas de Thrash692 acessosCruscifire: Mantendo a relevância do Death Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Cruscifire"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Cruscifire"

MotorheadMotorhead
Escolhido o nome de banda mais legal pela Spin

Heavy MetalHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram o estilo

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Whisky e guitarra de Eddie Van Halen num caixão do Kiss

5000 acessosGuns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl Rose5000 acessosVoz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)5000 acessosFotos de Infância: Pantera5000 acessosSinal dos tempos: você perdeu de vez a fé no Rock Progressivo porque...5000 acessosAC/DC: "Infelizmente há um momento em que você tem que parar"2859 acessosELF: ouça Dio cantando "Aqualung" do Jethro Tull

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online