Eliminator: Thrash/speed metal na linha da escola alemã

Resenha - Breaking the Wheels - Eliminator

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O ELIMINATOR foi formado no ano de 2006, na cidade de Edison, New Jersey, e já no ano de 2008 lançaram este seu primeiro disco, após duas demos muito bem recebidas no underground mundial.
5000 acessosMax Cavalera: Os motivos que o levaram a sair do Sepultura5000 acessosRegis Tadeu: Comparando fãs do Dream Theater e Miley Cyrus

Você, meu amigo leitor, procura por modernidade ou inovações musicais? Então passe bem longe do ELIMINATOR, pois a banda não irá satisfazer seus anseios. Mas se o seu negócio é música pesada da mais alta qualidade, feita de fã para fã, e que remete totalmente aos primórdios do estilo, então encontrará aqui momentos de muita diversão.

Tudo neste lançamento remete aos anos 80, desde a música tocada, a qualidade da gravação e toda a arte gráfica envolvendo o trabalho. Inclusive, a capa do CD (bem perturbadora para quem não gosta de palhaços) é mais um trabalho do mestre Ed Repka, famoso por este estilo de arte.

E o som da banda é um thrash/speed metal “old school” ultra rápido e agressivo, na linha da escola alemã, tendo como influências principais SODOM e KREATOR, com riffs cortantes, cozinha veloz e um vocal agonizante que parece vir direto das profundezas, com forte influência de black metal. Lembram um pouco o que os noruegueses do NOCTURNAL BREED e os americanos do MERCILESS DEATH tem feito ultimamente, mas sem perderem sua personalidade.

Os caras já começam quebrando tudo com a destruidora “World Obliteration”, com riffs rapidíssimos, feitos para destroçar os pescoços mais resistentes. Na sequência, a faixa título, melhor música do trabalho, mostra todo o potencial do grupo, sendo difícil não se empolgar com tamanha agressividade. A épica “Prescription for Extinction... Time Enough at Last”, que encerra o trabalho, também é matadora, com riffs e solos muito consistentes, e com um clima muito obscuro, com quase 10 minutos de pura brutalidade musical. E todas as demais faixas mantém este pique rápido e agressivo, sem espaços para concessões ou qualquer elemento, por menor que seja, de modernidade.

E a versão européia do disco ainda vem com um CD-R com uma demo da banda, com duas faixas que parecem ter sido gravadas ao vivo, e não há qualquer informação adicional no encarte sobre estas gravações.

Se você é fã da velha escola do metal, principalmente da sua linha mais extrema, pode ir atrás deste álbum, e aprecie sem moderação.

Breaking the Wheels - Eliminator
(2008 – Ukragh Productions and Suffering Jesus Productions - Importado)

Track List:

1. World Obliteration
2. Breaking the Wheel
3. Holocaust War Metal
4. The Punisher
5. Disgust (Instrumental)
6. Service Your Leader
7. Prescription for Extinction... Time Enough at Last

http://www.myspace.com/eliminatorus

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Eliminator"

Max CavaleraMax Cavalera
Os motivos que o levaram a sair do Sepultura

Regis TadeuRegis Tadeu
Comparando fãs do Dream Theater e Miley Cyrus

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"

5000 acessosRoger Waters: irritado com os "cameramen de celular"5000 acessosÁlbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rock5000 acessosMegadeth: os melhores álbuns da banda segundo o About.com5000 acessosW. Axl Rose: pós-GNR, ele pensou em se lançar como artista solo5000 acessosRecorde: 7 mil guitarristas fazem homenagem a Hendrix5000 acessosMegadeth: Mustaine relembra fãs jogando xixi em Lobão no Rock in Rio

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online