Desecrated Sphere: Em breve conquistando o Brasil e o mundo

Resenha - Unmasking Reality - Desecrated Sphere

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar Correções  

publicidade

9


Grande revelação do metal extremo nacional, a Desecrated Sphere, que foi formada em janeiro (!), chegou para ficar. Os caras andam fazendo muito barulho (metaforicamente e literalmente) por onde passam. Basta sacar o clipe "Gospel is Dead", que invadiu a internet na última semana, e você terá uma boa ideia do que o aguarda em "The Unmasking Reality".

Metallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãsRock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após a introdução, o CD de fato se inicia no melhor estilo Cannibal Corpse com "Ruin". Porradaria sem dó. Depois vem a citada "Gospel is Dead" e toda a sua técnica e fúria. O solo ficou meio cru, mas não encobriu o brilhantismo da canção. "Century of Tyranny" tem seu putrefato charme, com uma cadência menos veloz e mais trabalhada, mas ainda sim, violenta.

"Pressage of Apocalypse" tem um belo e viajante começo, que se transforma no death visceral característico da banda. Blast beats em abundância. A próxima – "Inquisito Haereticae Pravitatis Sanctum Officium" – é outra também diversificada em suas levadas, mas com domínio do extremismo, e que se torna ainda mais empolgante do solo para frente.

Na sequência, "No Paradise Awaits" abusa dos bumbos, e tem uma pegada mais thrash em boa parte da faixa. A oitava – "Defraudation" – também remete ao Cannibal da época em que era mais direto. O baixo se sobressai aqui. A penúltima composição vem com brutalidade total: "Hell is Here" – um nome bastante apropriado para a canção. E fechando o álbum, vem a impiedosa "Biological Butchery", outro murro no estômago.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É incrível como mudam de ritmo mantendo a brutalidade, assim como os contrastes entre partes mais agressivas e outras melódicas. Uma banda completa, que passa por vários andamentos sem perder o peso.

Gravação/produção/encarte nota 10. Profissionalismo nota 100. Competência nota 1000. Porque executar um death metal brutal e técnico desse jeito é para poucos. Todos os integrantes são exímios músicos, destacando o baixista José "Motor" Mantovani, com seus slaps e "intromissões" nos momentos silenciosos – mas que deve tomar cuidado com exageros; e o baterista Rodolfo Bassani, que tem total domínio de seu instrumento.

Guarde bem esse nome: Desecrated Sphere. Em breve, dominando o Brasil, e não duvide, o mundo. E para os já curiosos em conhecer mais sobre a banda, fiquem com o clipe de "Gospel is Dead".

Desecrated Sphere – The Unmasking Reality
Independente – 2011 – Brasil

e-mail: [email protected]
http://www.youtube.com/desecratedspherebr
http://www.myspace.com/desecratedsphere
http://twitter.com/desecratedbr
http://www.facebook.com/desecratedsphere
http://www.reverbnation.com/desecratedsphere


Outras resenhas de Unmasking Reality - Desecrated Sphere

Resenha - Unmasking Reality - Desecrated Sphere



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãsMetallica
Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãs

Rock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandasRock Brasileiro
Uma lista das 10 maiores bandas


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280