RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemSlash acha que os rockstars dos 60s e 70s eram mais inteligentes e educados que os dos 80s

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM


Def Leppard Motley Crue 2

Alter Bridge: distante da sonoridade de sua antiga banda

Resenha - AB III - Alter Bridge

Por Ben Ami Scopinho
Postado em 14 de maio de 2011

Nota: 8

Ainda que muitos considerem o Creed como uma das bandas mais soporíferas que surgiram nos tenebrosos anos 90, é inegável que Mark Tremonti (guitarra), Brian Marshall (baixo) e Scott Phillips (bateria) procuraram se distanciar da sonoridade de sua antiga banda e seguiram por caminhos bem mais consistentes ao investir no Alter Bridge em meados da década seguinte. E sua proposta, mesmo sempre apresentando um forte apelo mainstream, amadureceu consideravelmente até chegar em "AB III", que está agora sendo lançado no mercado brasileiro.

Se caracterizando por ser o primeiro álbum conceitual dos norte-americanos, as letras de "AB III" se desenvolveram a partir da desilusão religiosa e batalhas existenciais. São incertezas inerentes à condição humana, mas os temas estão bem amparados por uma musicalidade que revela uma extensão da faceta mais Hard Rock e Progressiva, tão presentes no antecessor "Blackbird" (07), porém com características ainda mais obscuras e uma angústia que beira a introspecção.

E, ainda que tudo transborde melodias grudentas, existe uma agressividade constante permeando a maior parte do repertório, com um trabalho de guitarra que conseguirá surpreender muita gente por aí, e que inclusive conta com o próprio vocalista Kennedy contribuindo com Tremonti nesta área. O aspecto vocal de Myles Kennedy também consegue ser outro ponto alto em "AB III", cujo bonito timbre oferece linhas vocais bem diversificadas, agressivas e limpas.

Os mais de 60 minutos de audição revelam muita espontaneidade, mas há composições realmente notáveis como a inquietante abertura "Slip To The Void", meio ‘ambiente’ e que cresce em intensidade até explodir com seu refrão épico; o single "Isolation", com um groove denso e bem pesado; e "Words Darker Than Their Wings", onde Kennedy e Tremonti dividem as vozes, finalizando a audição em derradeira melancolia.

Com um som tipicamente norte-americano e feito sob medida para ser degustado pelas grandes massas, "AB III" certamente elevará ainda mais o nome Alter Bridge perante a mídia. E o quarteto é digno de todos os méritos, pois mostra desenvoltura em experimentar diferentes dinâmicas e o resultado é positivamente emocional, algo raro na nova safra de bandas dessa nação. Definitivamente, um registro recomendado aos que apreciam Rock´n´Roll meio alternativo e contemporâneo!

Contato:
http://www.alterbridge.com/
http://www.myspace.com/alterbridge

Formação:
Myles Kennedy - voz e guitarra
Mark Tremonti - guitarra
Brian Marshall - baixo
Scott Phillips - bateria

Alter Bridge - AB III
(2010 / 2011 - Roadrunner Records - nacional)

01. Slip To The Void
02. Isolation
03. Ghost Of Days Gone By
04. All Hope Is Gone
05. Still Remains
06. Make It Right
07. Wonderful Life
08. I Know It Hurts
09. Show Me A Sign
10. Fallout
11. Breathe Again
12. Coeur D’Alene
13. Life Must Go On
14. Words Darker Than Their Wings


Outras resenhas de AB III - Alter Bridge

Resenha - AB III - Alter Bridge

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Velvet Revolver: Os vocalistas já cogitados para a banda

Natal: memórias de Hetfield, Lzzy Hale, Dan Donegan e outros


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".
Mais matérias de Ben Ami Scopinho.