Suicidal Angels: Thrash de palhetadas rápidas e muito peso

Resenha - Sanctify The Darkness - Suicidal Angels

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Embora a banda grega SUICIDAL ANGELS exista desde 2001, foi em 2009 que o grupo ganhou grande destaque, ao ser um dos vencedores do "Rock The Nation Award". Como prêmio veio um contrato com a gravadora alemã Nuclear Blast e o resultado foi o lançamento do seu segundo álbum, "Sanctify The Darkness".

Emo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nadaMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Praticantes de um Thrash Metal de palhetadas rápidas e muito peso, os gregos do SUICIDAL ANGELS "bebem na fonte" de bandas consagradas como SLAYER, KREATOR, SEPULTURA e TESTAMENT. Só não espere nada de inovador no som tirado pelo grupo, pois nada mais é do que um Thrash Metal "old school" muito bem executado.

Os destaques ficam por conta da pesada "Apokathilosis", de "Beyond the Laws of Church", "The Pestilence of Saints" e "Child Molester", além da instrumental "Mourning of the Cursed", que é curta, mas traz uma levada interessante e ótimos riffs. O álbum inteiro é uma "porrada" na orelha atrás da outra.

Nas letras, temas como religiosidade, morte e ódio são o prato principal. Em "Child Molester" a banda ataca a igreja, especialmente na figura dos padres que molestam crianças, fato muito corriqueiro nos noticiários de todo o mundo. Já em "Atheist", a banda proclama: "destrua sua religião, decida seu próprio destino, unidos nós estamos, para mostrar-lhes nosso ódio" ("destroy your religion, decide your own fate, united we are, to show them our hate"). E por aí vai.

Velocidade, riffs característicos do Thrash Metal e peso dão o tom do álbum. Vale a pena para quem curte o estilo e pretende conhecer a banda. Para quem já conhece, o álbum é bastante indicado e pode ser encontrado por preço mais acessível, pois há versão nacional no mercado.

Nacional - Nuclear Blast/Laser Company

Mais informações:
http://www.suicidalangels.com
http://www.myspace.com/suicidalangelsgreece

Banda:
Nick - vocal, guitarra
Panos - guitarra
Angel - baixo
Orfeas - bateria

Track List:
1. Bloodthirsty
2. The Pestilence of Saints
3. Inquisition
4. Apokathilosis
5. ...Lies
6. No More than Illusion
7. Atheist
8. Beyond the Laws of Church
9. Mourning of the Cursed
10. Dark Abyss (Your Fate Is Colored Black)
11. Child Molester


Outras resenhas de Sanctify The Darkness - Suicidal Angels

Suicidal Angels: Para quem curte Slayer e similares




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Suicidal Angels"


Grécia: dez das maiores bandas de metal do paísGrécia
Dez das maiores bandas de metal do país


Emo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nadaEmo
Gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada

Metallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in RioMetallica
As extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336