Vanquish: capturando muito do espírito do Rock'n'Roll

Resenha - One Man Army - Vanquish

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Ô disquinho harmonioso e pacífico! Formado em 2004 e tendo como registro apenas a demo "Crossbones" liberada neste mesmo ano, o paulistano Vanquish está estreando agora com "One Man Army", distribuído pela Voice Music e com uma sonoridade que vence por se afastar das atuais tendências do mercado, capturando e refletindo muito do (por vezes) tão esquecido espírito do Rock´n´Roll.

De certa forma – e da forma certa – os caras passeiam pelo Heavy Metal e Hard Rock em arranjos riquíssimos em melodias que resgatam a sonoridade desde os anos 1970 até a década seguinte. Mas, pelo fato de se priorizar o lado emocional e não possuir uma simples e fria fórmula, aliado a alguns cuidados do produtor Thiago Bianchi (Shaman), "One Man Army" está longe de soar datado.

publicidade

Com um vocalista dono de um timbre extremamente agradável, solos que transpiram feeling, um ótimo tecladista (Daniel, você mandou bem, cara!), uma cozinha com espaço para mostrar o que sabe fazer e refrões que chegam a ser irritantes de tão pegajosos, o Vanquish preparou uma paleta rica em sensações com ocasiões pesadas como a abertura "Metal Madness", ‘hardões classudos’ como "The New Song" ou "Outrider", além de amenidades bem representadas por "Going Home" e "Time Will Tell".

publicidade

Ainda que possuam alguns elementos de coesão, suas 11 faixas são tão diversificadas que mostram que o Vanquish ainda não atingiu um estilo realmente definido. Mas, oras, "One Man Army" funciona tão bem que não há necessidade de sermos um desses chatos exigentes e desmerecer qualquer aspecto deste debut – bom, talvez o encarte, que, ainda atento às informações, possui uma simplicidade gráfica que não corresponde ao interessante conjunto de canções.

publicidade

De qualquer forma, este trabalho possui inúmeros elementos para agradar tanto o público da velha quanto da nova geração que curtam baluartes como Rush, Triumph, Queen, Ozzy Osbourne, Iron Maiden ou a fase pop do Metallica. Pode conferir, o Vanquish começou muito bem sua discografia!

Contato: www.myspace.com/vanquishtheband

Formação:
Guilherme Falanghe - voz e guitarra
Fabio Thomé - guitarra
Guilherme Reis - baixo
Daniel Malferrari - teclados
Mauricio Sousa - bateria

publicidade

Vanquish – One Man Army
(2009 / Voice Music – nacional)

01. Metal Madness
02. The Lies And The Believer
03. The New Song
04. Going Home
05. Foll’s Errand
06. One Man Army
07. Killing Time
08. Outrider
09. Time Will Tell
10. Wasteland
11. Under Raining Fire


Outras resenhas de One Man Army - Vanquish

Vanquish: Deslizes em estúdio afetam resultado de estreia




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Como batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidosComo batizar a criança
Os nomes de bandas mais estúpidos

Lemmy Kilmister: Esta coisa de Black Metal me faz rir!Lemmy Kilmister
"Esta coisa de Black Metal me faz rir!"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin