Ricardo Primata: música instrumental classe A

Resenha - Espelho da Alma - Ricardo Primata

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Durr Campos
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Disco instrumental sempre é uma icógnita. Não se trata exatamente de um "pegue ou largue", mas são mais casos tendendo a uma perspectiva não positiva que o oposto disso. Além do mais, com o perdão do clichê, afirmar que álbuns de guitarrista são feitos em sua maioria para outros guitarristas não chega a ser de todo uma mentira.
5000 acessosLemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"5000 acessosAs regras do New Metal/Nu-metal

Felizmente há no Brasil um cara como o guitarrista Ricardo Primata que ignora todas as "torcidas contra" e nos presenteia com um disco pra lá de bacana. Na verdade, “Espelho da Alma” é muito bom! Já gozando de uma excelente reputação em boa parte do país, Primata mostra um bom gosto em suas composições que fica até complicado destacar esta ou aquela melhor canção. Sem falar que o cara não se limita a uma única vertente musical, indo tranquilamente do jazz/fusion ao blues e, lógico, ao bom e velho heavy metal/hard rock. Como se não bastasse Ricardo ainda apresenta toques de baião, o que vai de encontro às suas raízes nordestinas (nota do redator: Ricardo Primata é baiano). Antes de criticar escute, por exemplo, "Baião a Dois" e comprove a propriedade com que o músico interpreta.

A produção de “Espelho da Alma” é muito boa e destaca-se a bela timbragem da guitarra (óbvio) e da bateria, bem "na cara". As participações de Bule-Bule, repentista muito popular no nordeste brasileiro, e do inventor da guitarra baiana, Armandinho Macedo, só engradeceram o conteúdo final.

Mesmo tendo falado mais ao início do texto que eu não conseguiria destacar uma música deste pacote acho justo mencionar, pelo menos, "Repentes", única com voz, que segue exatamente o que o título da canção e parece com algo que o Angra já fez por aí, mas sem soar como uma cópia da banda paulistana.

Se você curte sonoridades instrumentais este é um prato cheio, mas peço que dê uma chance também se não estiver muito familiarizado com esta vertente da música pesada pois talento e feeling Ricardo Primata tem de sobra!

Faixas
01. No Coração da Selva
02. Baião a Dois
03. Espelho da Alma
04. Repentes
05. Código Guepardo
06. Acidental-Mente
07. Entrelaçado
08. Quadro dos Sonhos
09. Reafinando Paisagens
10. Vencedor
11. Linha do Tempo
12. Visões

Gravadora - Independente
Ano - 2009
Duração - 38 min

Músicos
.Ricardo Primata: Guitarra, violão, entre outros
.Gilmário Celso: Baixo
.Marcel Freire: Bateria
.Mariana Marin: Percussão
.Joberson Macedo: Teclado

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Espelho da Alma - Ricardo Primata

642 acessosRicardo Primata: Um instrumental de audição muito agradável

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ricardo Primata"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ricardo Primata"

MotorheadMotorhead
Lemmy fala sobre Metallica, Ozzy, Randy Rhoads e mulheres

New MetalNew Metal
Raiva, calças folgadas, problemas na infância...

HeadbangersHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

5000 acessosHeavy Metal Fail: os Trues também saem mal na foto5000 acessosMetallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorar5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosArch Enemy: "Nos chamar de Death Metal não faz justiça!"5000 acessosBaixistas: Os 10 maiores segundo os leitores da Rolling Stone5000 acessosOzzy Osbourne: saiba porque ele odeia banheiros públicos

Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online