Tommy Bolin: obrigatório para fãs de guitarra bem tocada

Resenha - Teaser - Tommy Bolin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector´s Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Gravado antes de Tommy Bolin assumir o posto de Ritchie Blackmore no Deep Purple, "Teaser" é um disco brilhante, obrigatório em toda coleção de qualquer fã de uma guitarra bem tocada.
5000 acessosCrianças: veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras5000 acessosMetallica: prejudicando as finanças da Igreja Universal

Bolin exibe toda a sua técnica e o seu talento como compositor nas nove faixas do disco. "Teaser" começa a nos conquistar já pela faixa de abertura, "The Grind", dona de um groove contagiante. Com bom gosto e classe acima da média, Tommy Bolin mostra, de forma clara e inquestionável, o porque de ter sido escolhido como o substituto do até então insubstituível Ritchie Blackmore no Purple.

"Homeward Strut" é uma faixa instrumental repleta de balanço, enquanto os pouco mais de cinco minutos de "Dreamer" e a bela "Savannah Woman" mantém o LP no mais alto nível. Outros pontos altos do disco são as ótimas "Teaser", "People, People" e "Wild Dogs", exemplos extremamente bem acabados da capacidade de Bolin como compositor e de sua criatividade como instrumentista.

Somos brindados ainda com mais uma faixa instrumental, "Marching Powder", bastante influenciada pela fase jazz rock de Jeff Beck, e que conta com a participação do tecladista Jan Hammer, ex-Mahavishnu Orchestra.

"Teaser" se encerra com "Lotus", uma excelente composição que inicia suavemente e aos poucos vai ganhando elementos introduzidos por Bolin, que toca e sola de maneira primorosa, além de cantar de forma apaixonada, fechando o disco com chave de ouro.

Com grande competência e talento, Tommy Bolin trilhou diversos caminhos musicais em sua breve carreira, seja em seus álbuns solo, ao lado do James Gang, Moxy e Deep Purple, ou em participações mais que especiais em trabalhos como "Spectrum" (1973) de Billy Cobham e "Mind Transplant" (1974) de Alphonse Mouzon.

Sua música é a prova de sua imensa capacidade criativa e talento. Sua morte, em 04 de dezembro de 1976 por overdose de heroína, deixou inacabada uma grande trajetória que certamente nos brindaria ainda com vários grandes discos.

Ouvir um álbum com "Teaser" nos causa duas reações: a primeira é imaginar para quais caminhos a música de Tommy Bolin seguiria; e a segunda é agradecer a esse músico único, que mesmo com uma breve e atribulada carreira nos presenteou com trabalhos sublimes como esse.

Faixas:
A1 The Grind 3:26
A2 Homeward Strut 3:55
A3 Dreamer 5:08
A4 Savannah Woman 2:45
A5 Teaser 4:27

B1 People, People 4:55
B2 Marching Powder 4:14
B3 Wild Dogs 4:10
B4 Lotus 3:56

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Teaser - Tommy Bolin

993 acessosTommy Bolin: Tênue linha entre a fama e o anonimato

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Tommy Bolin"

Pré-Clube dos 27Pré-Clube dos 27
10 astros do rock que morreram antes dos 27 anos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Tommy Bolin"

CriançasCrianças
Como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

MetallicaMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal

Collectors RoomCollectors Room
Uma das maiores coleções sobre o Queen está no Brasil

5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história5000 acessosMetal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempo5000 acessosLars Ulrich: "Eu era o maior fã do Iron Maiden"3751 acessosNapalm Death: Religião causa miséria do mundo5000 acessosBlack Sabbath: eu odiava aulas de música, diz Tony Iommi4411 acessosFoo Fighters: som cortado em mega show com muito vinho

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online