Sahg: Heavy Metal clássico com doses de psicodelia

Resenha - I - Sahg

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


De alguns anos para cá vários músicos famosos por seu envolvimento com o Black Metal estão partindo para projetos que, de uma forma ou outra, procuram resgatar a sonoridade elaborada pelos grandes ícones do rock pesado. Foi o caso de Shagrath (Dimmu Borgir) e seu Chrome Division, ou o pessoal do Immortal investindo no excelente I.

Já o Sahg, fundado em 2004 na Noruega e tendo em sua formação antigos membros do Gorgoroth, Manngard e Audrey Horne, estreou em 2006 com "I" – e que agora está disponível no Brasil via Hellion Records – que se revela um grande trabalho de Heavy Metal clássico, com andamento mais lento e boas doses da sempre bem-vinda psicodelia. Ou seja, um prato cheio para os adeptos do Stoner.

publicidade

Mesmo diversificando suas linhas vocais, é inegável que em muitas ocasiões Olav Iversen apresenta uma voz parecidíssima com a de Ozzy Osbourne – atentem para a ótima "The Executioner Undead", por exemplo – e reforça ainda mais a convicção de que, mesmo procurando fazer a coisa a seu modo, a maior referência por aqui seja mesmo o velho Black Sabbath. E, convenhamos, não há problema algum nisso...

publicidade

A produção faz com que tudo flua de forma bastante natural, resultando em faixas verdadeiramente atraentes e melódicas como a lisérgica "The Alchemist"; as donas de fortes melodias "Repent" e "Godless Faith", onde inclusive esta última teve direito a vídeo-clip; e "Black Passage", com boas variações vocais que injetam muita adrenalina no término da audição.

publicidade

O Sahg fez um belo trabalho, que relembra a época em que o Heavy Metal dava seus primeiros passos e mostra o natural e contrastante rumo que ele tomou nos dias de hoje. O leitor que aprecia Black Sabbath, Pentagram, Trouble, Electric Wizard, Monster Magnet ou qualquer outra banda que resgate o espírito dos anos 70 tem como obrigação conferir "I". E que venha "II", já lançado lá fora!

publicidade

Formação:
Olav Iversen - voz e guitarra
Thomas Tofthagen - guitarra
TC King - baixo
Kvitrafn - bateria

Sahg - I
(2006 / Regain Records – 2008 / Hellion Records – nacional)

01. Intro: Parade Macabre
02. Repent
03. The Executioner Undead
04. The Alchemist
05. Rivers Running Dry
06. Whisper Of Abaddon
07. Godless Faith
08. Soul Exile
09. Boundless Demise
10. Black Passage
Godless Faith (video-bônus)

publicidade

Homepage:
http://www.sahgweb.com
http://www.myspace.com/sahg


Outras resenhas de I - Sahg

Sahg: refrescante sonoridade setentista e oitentista




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ultimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da históriaUltimate Classic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

System of a Down: casamento vai abaixo com Toxicity, vídeo viraliza e Serj divulgaSystem of a Down
Casamento vai abaixo com "Toxicity", vídeo viraliza e Serj divulga


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin