Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Napalm Death: legado musical inquestionável

Resenha - Smear Campaign - Napalm Death

Por Maurício Gomes Angelo
Postado em 25 de setembro de 2007

Nota: 9

Brutalmente suculento é um termo que define bem o Napalm Death. "Suculento" no máximo que a crueza e agressividade pode ser. Chegando ao 12º álbum de estúdio em 20 anos, é impressionante o quanto conseguem manter a solidez e qualidade de sua música. Resultado de firmeza, consciência e um legado musical inquestionável – seja na parte sonora ou lírica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eles não abrem concessões, e nem devem fazê-lo, já que peças como "Fatalist", "Puritanical Punishment Beating" e "Shattered Existence" falam por si só. Difícil mensurar o quanto Barney Greenway está possesso e o resto da banda afiada. Talvez a própria descrição dada por eles mesmos no encarte seja uma boa forma de se apresentar: Mark faz os "shouting, screaming, swans and sermons", Shane Embury é o responsável pelas "four strings of the apocalypse", Mich Harris entrega os "shredding, grinding, subliminal noise, shrill cries" e a bateria de Danny Herrera é colocada apenas como "blast beat terrorism".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu não faria melhor.

Independente de qualquer coisa, fato é que "Smear Campaign" é uma das porradaças mais inspiradas que o Napalm já lançou – algo que vem se tornando contínuo e vivo desde, no mínimo, "Enemy Of The Music Business". A produção de Russ Russel, que já vem trabalhando há um tempo com eles, continua perfeita para aquilo que a banda propõe: é suja e ríspida, mas sem descuidar da qualidade. Percebe-se também que a saída da guitarra de Jesse Pintado não fez falta ao grupo. Mich Harris é um monstro de criatividade e punch suficientes pra segurar a responsabilidade, e o que ele faz ao lado de Embury é no mínimo assustador. "Persona Non Grata", "Short-Lived" e "Warped Beyond Logic" são amostras fiéis disto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Obviamente, há faixas mais puxadas para o hardcore enquanto outras se fiam em algo mais metal. A separação, no entanto, é despropositada. O que você vai encontrar aqui, em essência, é aquilo que o Napalm se tornou desde a sua fundação: a gema do grindcore mundial. Se eles não perdem o fôlego com a idade, mas, pelo contrário, mostram-se ainda mais ferozes, burilando a "podreira" com técnica e acidez, sorte a nossa.

O Napalm Death se firma ainda mais no topo a cada lançamento, sedimentando clássicos atrás de clássicos. Até covardia compará-los com qualquer outra coisa. Ouça o álbum – sem dúvida ficará um bom tempo no CD player. E aproveite a turnê.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação:
Mark "Barney" Greenway (Vocal)
Mitch Harris (Guitarra)
Shane Embury (Baixo)
Danny Herrera (Bateria)

Site Oficial: www.napalmdeath.org


Outras resenhas de Smear Campaign - Napalm Death

Napalm Death: ainda mais furioso após 12 álbuns

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Perc3ption: a arte levada ao extremo

Resenha do Álbum do Insânia ao vivo no Underground Nativa III

Sentença de Morte: Death Metal para quem curte Death Metal bem executado

Triumph Of Death, projeto de Tom Warrior, resgata ao vivo parte do passado do Hellhammer

Spiritual Cramp acerta a fórmula, mas álbum satura em 26 minutos

Estreia do Superbloom traz de volta o grunge protagonista dos anos 1990

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Osbourne: pesado, mas antes de tudo moderno

Resenha - Dark Side of The Moon - Pink Floyd

Resenha - Vovin - Therion

Resenha - P.U.L.S.E. - Pink Floyd


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.
Mais matérias de Maurício Gomes Angelo.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS