Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemGuitarrista do Skid Row diz que não fala com Sebastian Bach e não pensa em fazer pazes

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera (Audio, São Paulo, 07/08/2022)

imagemAnthrax cancela mais um show que seria realizado no Texas


Stamp

Resenha - Broken Boy Soldiers - Raconteurs

Por Danton Boattini Jr
Em 15/01/07

O rock and roll está repleto de clichês. As revistas de rock também, assim como este texto. É assim desde que Elvis desceu da boléia do caminhão para chacoalhar os quadris na televisão. Não foi diferente com a ascensão meteórica dos Beatles e com as insinuações sensuais dos Rolling Stones. Nem com as quebradeiras de hotéis promovidas por John Bonham e, com menor inspiração, por Axl Rose.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Os Raconteurs parecem ter juntado tudo isso para fazer um disco que não tem nada de novo. Fizeram o principal álbum de 2006, "Broken Boy Soldiers". Todos os ingredientes estão lá: um hit grudento para ganhar o público das rádios ("Steady As She Goes"), uma balada romântica para agradar os amantes ("Together"), riffs explosivos para ouvir balançando a cabeça ("Hands", "Level", e por aí vai) e, claro, um grande aparato de divulgação. Não poderia ser diferente por se tratar da nova banda de uma das principais celebridades do rock deste século. Felizmente, Jack White mostrou ser mais do que o mentor do duo White Stripes. Ao lado de Brendan Benson (vocal e guitarra), Jack Lawrence (baixo) e Patrick Keeler (bateria), White criou maravilhas como a bela e preguiçosa "Call It A Day" – com backings a la "Pet Sounds" – e o blues rasgado de "Blue Veins", além das já citadas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Considerando que 2006 tenha sido um ano bom para o rock (tivemos a volta de Bob Dylan, do The Who, dos Mutantes, embora controversa, disco novo dos Beatles, a nova incursão de Caetano, e novidades como TV on the Radio e Arctic Monkeys), nada mais justo – embora um exercício inútil – que exaltar quem melhor preservou a "tradição". Não é preciso fazer música sem guitarras ou tocar de cabeça para baixo para inventar o rock do novo milênio. Tampouco se faz necessário usar a tecnologia para deixar o rock com a cara da nossa era. Basta plugar a guitarra, soltar um riff sujo e fazer o que tem que ser feito.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Ah, "Broken Boy Soldiers" ficou apenas na 21ª posição na lista da NME, que é liderada pelo Arctic Monkeys. Só para constar: o 5º colocado é o infame Cansei de Ser Sexy.


Outras resenhas de Broken Boy Soldiers - Raconteurs

Resenha - Broken Boy Soldiers - Raconteurs

Resenha - Broken Boy Soldiers - Raconteurs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separação

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Danton Boattini Jr

Jornalista, 22 anos, nascido em Porto Alegre. Formado em Jornalismo, atua na cobertura política em um jornal diário de Erechim (RS). Tem um gosto musical eclético, que vai desde o rock inglês dos anos 1960 até as bandas alternativas e psicodélicas atuais, passando pelo hard do Thin Lizzy e o heavy do Metallica das primeiras formações. Também curte MPB e é fã de Chico Buarque, Caetano e Tom Zé. É gremista!

Visite o site do autor: http://leituramusical.zip.net.

Mais matérias de Danton Boattini Jr.