Resenha - Mr. A-Z - Jason Mraz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar Correções  

10


Apesar de não ser conhecido no Brasil pelo grande público, Jason Mraz já começa a conquistar novos fãs, principalmente dentre os ouvintes que sempre estão à procura de um artista novo, que não siga os modismos atuais e consiga fazer um trabalho original.

publicidade

Mr. A-Z, um trocadilho com seu próprio nome, é o novo disco de Jason Mraz, que ficou mundialmente famoso – estranhamente não no Brasil – com as músicas "The Remedy (I Won't Worry)" e "You and I Both", ambas do seu primeiro trabalho, Waiting For My Rocket To Come.

"Descoberto" por John Alagia, que já trabalhou com nomes como John Mayer e Dave Matthews Band, Jason conseguiu criar um estilo próprio, sem se prender a nenhum gênero específico, com melodias sólidas – que variam do folk ao jazz, sempre com o referencial pop rock - misturando letras irônicas, muitas vezes humorísticas, fraseados hip-hop e arranjos caprichados, tudo isso somado a sua marcante voz.

publicidade

Para sua segunda empreitada, Mraz teve o importante reforço do lendário Steve Lillywhite (Peter Gabriel, U2, Rolling Stones, Talking Heads, Dave Matthews Band, entre outros), que conduziu a produção, sabendo trabalhar os melhores aspectos da música de Mraz, mantendo suas influências – de Jeff Buckley a Dave Matthews - ajudando-o a soar mais maduro e conseguindo ainda mais fortalecer sua identidade e diversidade.

publicidade

"Life is Wonderful" inicia os trabalhos em tom progressivo, onde lentamente os arranjos vão ganhando mais peso e instrumentos são adicionados à massa sonora que abre espaço para o primeiro single, "Wordplay". Funkeada – uma outra grande faceta de Mraz – o refrão traz um típico verso do cantor: "Ah la la la love/The wonderful thing it does because/Because I am the wizard of ooh's and ah's and fa la la's/Yeah the Mr. A-Z/They say I'm all about the Wordplay".

publicidade

É difícil citar destaques, já que Lillywhite conseguiu criar uma obra completa, com começo, meio e fim, onde todas músicas fazem parte de um contexto maior e se completam, mas "Clockwatching", "Bella Luna" e "O.Lover" merecem ser ouvidas com muita atenção, fazendo Mr. A-Z ser um dos melhores lançamentos de 2005. Com sobras.

Site oficial: www.jasonmraz.com

publicidade

Mr.A-Z:
Life is Wonderful
Wordplay
Geek In The Pink
Did You Get My Message?
Mr. Curiosity
Clockwatching
Bella Luna
Plane
O Lover
Please Don’t Tell Her
Forecast
Song For A Friend




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?

Metallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anosMetallica
A evolução de James Hetfield ao longo dos anos


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin