Matérias Mais Lidas

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemFernanda Lira, da Crypta, e o papo reto sobre "se falar de política vai perder fãs"

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemA definição de rock n roll segundo quem melhor entende do assunto: Mick Jagger

imagemIron Maiden faz mais um show da "Legacy Of The Beast World Tour"; veja setlist

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagem"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction

imagemQuem foi o brasileiro a tocar a guitarra de três braços antes do Steve Vai?


Resenha - Thrash Killing Machine - Pitch Black

Por Ben Ami Scopinho
Em 12/02/06

Nota: 9

Vindo de Portugal, o Pitch Black vem ralando desde 1995, lançando fitas e CDs-demo, ganhando inúmeras competições em seu país, sempre na expectativa de lançar seu primeiro CD. Em 2002 gravam todas as músicas, mas só conseguem lançá-lo em 2005. Pelo jeito estas dificuldades não são características que atingem somente a América Latina...

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O fato é que a persistência do Pitch Black (este nome é em homenagem ao filme de ficção científica de David Twohy) rendeu um belíssimo registro chamado "Thrash Killing Machine", elaborado de maneira nervosa por Pedro Gouveia (voz), Álvaro Fernandes (guitarra), Sérgio Vilas (guitarra), Daniel Silva (baixo) e Francisco Martins (bateria).

E estes portugueses transpiram thrash metal! No encarte há inúmeros elementos gráficos e citações que não dá para levar a sério, como "Inhuman Throat Ripper" (isso é o sinônimo para vocalista...), ou "Thrashload" (baixar suas canções do site, é mole?!?), entre muitas outras pérolas do gênero.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Mas a banda é contagiante em sua música. O quinteto realmente trabalha como uma unidade e tem bom senso, sabendo onde ser veloz e cadenciado, nunca abrindo mão de ótimos riffs e solos, inserindo ainda pequenos efeitos em algumas canções, tornando-as ainda mais atraentes e variadas entre si. Merece destaque a seção rítmica do Pitch Black, que dá verdadeiras aulas de condução e precisão.

As faixas são muito bem interpretadas, mas os méritos vão para "Break Point" e "Pitch Black", perfeitas! "Standards Of Perfection" tem todo um jeitão oitentista, mas a pujança musical a torna atemporal, e ainda "SuffocHate", que se alterna entre momentos depressivos e raivosos, mas sempre hipnótica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Thrash Killing Machine" mostra nossos irmão portugueses corretos e conscientes de seu potencial. E um belo disco que demorou muito tempo para chegar ao público e realmente fico na expectativa de ouvir seu próximo registro. Altamente recomendável!

Pitch Black - Thrash Killing Machine
(2005 - Recital Records - importado)

01. Disturbing The Peace
02. Break Point
03. Beheaded
04. Divine Not Human
05. Lost In Words
06. Standards Of Perfection
07. SuffocHate
08. Pitch Black
09. New Life...
10. ...New Breed

Homepage: www.pitch-black.us

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.