Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemA faixa do clássico "Exile on Main St." que os Stones só tocaram uma vez ao vivo

imagemComo Bono Vox e o U2 influenciaram um dos discos mais importantes do Sepultura


Stamp

Resenha - Shadows Of Violence - Disgrace and Terror

Por Clóvis Eduardo
Em 05/01/06

Nota: 8

Tá afim de voltar no tempo e ouvir uma banda que valorize a música feita lá nos tempos onde o underground realmente era underground? Vá a shows, procure, pesquise por "Disgrace And Terror". De balançar o pescoço eles entendem.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Surgida em 2002, a banda de Belém do Pará deu um passo importante na carreira. Com o lançamento de "Shadows Of Violence", o quarteto lançou o primeiro cd e mostra que o thrash death oitentista, com todo o groove e vontade, ainda não morreu.

Sabe que "Shadows Of Violence" é um CD diferenciado? Tem tempos que não encontro bandas do Brasil capazes de compor canções tão características do gênero já passado e que continuam a soar atuais. Neste CD com uma parte gráfica excelente e de capa caprichada, Alan Rod (guitarra), Rot (vocal), Adyr Rot (bateria) e Rômulo Machado (baixo) soltam 12 canções que lembram muito o auge de bandas violentas, barulhentas e rápidas dos anos 80. A qualidade maior do grupo foi unir todas as influências em um som único e eletrizante.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

No CD estão todas as músicas que fazem parte da demo gravada em 2003 chamada "War". E agora, "The Sensation Is Dead", "Infection", "Terrorism" e "The War", ganharam nova sonorização, ficaram mais encorpadas e muito melhores. Ainda que a mixagem completa do álbum não soe 100% modernosa (ainda bem), sente-se que mesmo na presença de apenas um guitarrista, os riffs estão de nível muito bom. Há de se considerar a variação entre as faixas, que certamente pregam na cabeça do fã com rapidez.

As mais atrativas, como a releitura de "The Sensation Is Dead", "Shadow Of Violence" ou "Time Has Come", são pedradas fulminantes que qualquer headbanger irá adorar. Citamos novamente o excelente trabalho dos riffs que Alan coloca, além das impostações variadas de Rot, que vão desde o gutural ao rasgado. Tornou-se comum esta mescla dos vocais em muitas bandas onde a mistura e a variação ajudam a encorpar ainda mais as músicas.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em linhas gerais, não tem como não prestar atenção nesta banda, notadamente o trabalho de bateria e baixo sejam galopantes e interessantes também. Adyr faz um trabalho fenomenal nos bumbos. Os palcos são a melhor alternativa para esta banda manter o pique.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo.