Resenha - Slow Death - Bloody

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

7


Os paulistas do Bloody chegam a seu primeiro CD full- length, após a bem sucedida demo "Eat Your Brain" de 2002. Os caras apostam no bom thrash metal anos 80, com um forte trabalho de guitarras e bateria. Um alento para aqueles que pensam que o thrash está se esvaindo aos poucos, para dar lugar a ritmos mais extremos como o death e o black.

A banda é boa, e músicas como "Against The Storm" (fortemente influenciada pelo Sepultura) resgatam o clima thrash anos 80 com habilidade. Palhetadas a lá Metallica (antigo) podem ser notadas em "Seeking For Blood" e "Inquisition" (que tem algo de "For Whom The Bell Tolls").

publicidade

A banda infelizmente esbarrou num detalhe que acaba depondo contra este bom CD: a produção. As guitarras estão abafadas e a bateria muito alta, o que deixa o som embolado e repetitivo, tirando a força de músicas como "Justice With Blood" (um speed de respeito), a antiga "Eat Your Brain" (com vocais animalescos) e a excelente "Endless Game", cuja levada cadenciada a credencia como grande destaque do CD. Para encerrar, duas pedradas a lá Metallica (aliás a influência deles é bem intensa e exagerada em alguns momentos): "God Of Disgrace" e "Real Vision". Se não fosse a produção, estaríamos diante da revelação do ano sem sombra de dúvidas.

publicidade

Não é um CD fraco, apenas obstruído por fatores extra-musicais. Um maior cuidado na mixagem num próximo lançamento evidenciará o talento mostrado neste produto. Parabéns ao Bloody, mas precisa ser tão influenciado por Metallica?

Formação
Pedro Tuckumantel: Vocais
Fábio Bloody: Guitarras
André Tabaja: Baixo
Luis Coser: Bateria

Material Cedido Por:
Banda Bloody
www.bloody.com.br
São Paulo(SP)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1

Mike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream TheaterMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin